• Postado por Tiago

Alicerçada com vigorosos moldes de pedras, que sobem a uns quarenta centímetros do nível do solo, suas paredes internas e externas foram construídas com tijolos de tamanho avantajado, revestidas com reboco um tanto espesso. Externamente chapiscadas e junto ao teto, contornados por uma grega em faixas de granito dando-lhes elegante acabamento.

As aberturas internas e externas possuem formatos retangulares. Vidraças com vidros martelados. No andar superior basculantes e no térreo, protegidas por venezianas. Enfeitada com uma cinta de lascas de granito à vista e rendilhada por faixas de pedras de quartzo rosa, faz a divisão dos dois pavimentos. As aberturas externas são adornadas e emolduradas com as mesmas pedras, dando-lhes requintada apresentação e beleza.

À direita, ornamenta a fachada com seu estilo sobranceiro, uma torre cilíndrica totalmente revestida com retalhos de pedras, construída com dois pavimentos. Além das aberturas normais é decorada com pequenas janelas circulares, ligadas entre si e contornadas também pelas pedras de quartzo rosa, formando vistosos mosaicos.

Logo abaixo, está esculpido o brasão, projetado pelo diretor. A varanda estilizada com aberturas em arcos góticos antecedem a entrada principal.

Alguém conseguiria dizer onde está localizado este que é um dos maiores patrimônios de Itajaí, de Santa Catarina, do Brasil e do mundo? Sim este patrimônio inestimável descrito pela Sra. Zilda Helena Deschamps Bernardes está localizado em Itajaí, exatamente na rua Marcos Konder 800, no centro de Itajaí.

Estamos falando do Herbário Barbosa Rodrigues um patrimônio que irá completar 67 anos no próximo dia 22 de junho. Um herbário é uma coleção científica, composta por amostras de plantas secas, provenientes de diferentes ecossistemas, e serve como registro e referência sobre a vegetação e flora de uma determinada região. A formação de herbários iniciou-se no século XVI na Itália. As informações contidas em um herbário são fontes para os estudos de biogeografia, ecologia fornecendo ainda dados para a biodiversidade, usos medicinais, tóxicos, forrageiros, alimentícios, entre muitos outros.

O Herbário “Barbosa Rodrigues” recebeu este nome em homenagem a João Barbosa Rodrigues, botânico brasileiro, que em 1941 veio para Itajaí e trouxe consigo o Herbário, em uma sede provisória na Casa Paroquial de Itajaí.

Fundou então uma sociedade científica civil com o nome de Herbárío “Barbosa Rodrigues” no dia 28/10/1946. Os integrantes da diretoria na época foram então os padres Raulino Reitz, João Reitz, e Afonso Reitz.

O Herbário dedica-se ao estudo da flora catarinense e do sul do Brasil. Edita a coleção Flora Ilustrada Catarinense (já com mais de 110 volumes publicados) e a revista Botânica SELOWIA (com mais de 30 volumes). Este possui ainda a maior coleção de informações e exemplares da Flora Catarinense: são 70 mil exsicatas de plantas, ou seja, exemplares de ramos desidratados que são guardados em caixas hermeticamente fechadas, correspondendo a 95% da flora catarinense. Entre as 158 famílias de plantas, onde estão espécies raras e algumas até já extintas.

Informações sobre a flora do estado e do Brasil podem ser encontradas no acervo da instituição que possui 15.170 volumes entre livros, periódicos, separatas e folhetos sobre botânica.

Cabe destacar que o herbário recebe centenas de pesquisadores de todo o mundo todos os anos a fim de utilizar suas instalações para a pesquisas em seus estudos. A importância do trabalho já realizado pelo Herbário fez com que fosse agraciado com o Prêmio Global 500 concedido pela ONU aos abnegados Cônego Dr. Raulino Reitz e Dr. Roberto Klein.

No entanto, o Herbário merece muito mais do que prêmios nestes 67 anos de existência. Existe a necessidade premente de modernizar e informatizar o Herbário, assim como transformar o mesmo um ponto turístico definitivo na cidade. A apropriação deste marco arquitetônico pela sociedade se faz necessário, pois quem passa pela avenida Marcos Konder de dia ou pela noite nem imagina o patrimônio que todos nós temos ali. Um patrimônio é um legado. Um patrimônio se constitui de um bem material, natural ou imóvel que possui significado e importância artística, cultural, religiosa, documental ou estética para a sociedade.

O incentivo do poder público, dos empresários, da sociedade pode ser um passo importante a ser dado por meio de uma campanha para incentivar a sua visitação pelas escolas, itajaienses, e turistas. A iluminação noturna discreta, assim como foi feito com a Igreja Matriz, por exemplo, poderia ser também uma forma de valorizar a cidade. Conclamo às autoridades, aos empresários a adotar este patrimônio, o que pode constituir de uma importante iniciativa de Responsabilidade Social. O telefone para contato do Herbário é: (47) 3344-2725. O planeta azul agradece, a atual e as futuras gerações também.

  •  

Deixe uma Resposta