• Postado por Tiago

Uma briga entre marido e mulher terminou em tragédia na manhã de sábado no loteamento Conde Vila Verde, em Camboriú. Um homem, acostumado a dar uns sopapos na esposa, levou uma facada dela quando tentava sentar-lhe o braço mais uma vez, e acabou morrendo. A mulé deverá ser chamada pelos homisdalei nos próximos dias pra sisplicar sobre o assassinato.

A desgraceira rolou por volta das 10h da manhã, na rua Monte Fuji, quase no topo do morro. O pedreiro Márcio Misturine, 34 anos, e sua esposa, I.A., 36, começaram um bate-bocas feioso, que não era nenhuma novidade pra vizinhança.

O cara costumava descontar a raiva pra cima da mulé e encher a pobre de porrada, mas não imaginou que desta vez ela estivesse preparada.

Assim que Márcio levantou o braço pra companheira, ela sacou uma faca e acertou o cara na barriga. O ferimento foi feioso, e ele foi encaminhado ao hospital Santa Inês. Os médicos que o atenderam descobriram que a faca tinha perfurado as tripas do pedreiro, que não resistiu e passou dessa pra melhor pouco tempo depois.

O corpo de Márcio foi encaminhado pro Instituto Médico Legal (IML) da Maravilha do Atlântico e de lá foi liberado pra família, que o enterrou na Terra do Mármore. O caso ficou nas mãos dos homisdalei, que abriram um inquérito e deverão chamar a mulher do cara pra sisplicar, já que ela não foi pega em flagrante. Nos últimos meses, a guria já tinha procurado a depê quatro vezes pra registrar boletins de ocorrência contra o marido por agressão.

  •  

Deixe uma Resposta