• Postado por Tiago

FOTO---PAGINA-CINCO-SEGUNDA-p--latrocida-de-tijucas---ADRIANO-LUIZ,-(1)

Adriano luiz tava escondido em Itajaí há quatro dias

Os tiras da polícia civil de Tijucas, em parceria com a Central de Operações Policiais (COP) de Itajaí, enjaularam na manhã de ontem Adriano Luiz, acusado de assassinato. O traste e companheira Rosângela Padilha da Silva, que já está presa, mataram no dia 26 de agosto o motorista Idelécio Ribeiro, 57 anos, pra ficar com a caranga do coitado. O bandido tava escondido há quatro dias na casa de um amigo no Portal, no bairro Espinheiros, em Itajaí.

A operação dos tiras rolou por volta do meio-dia, em duas baias da rua Irene Maria. Adriano foi surpreendido pelos tiras, e já tá dormindo no cadeião de Tijucas. O cara vai fazer companhia pra muié, que foi presa no dia 28 e dedurou a participação do maridão no crime.

A delegada Luana Backes explicou que o casal de bandidos confessou que meteu o assassinato pra ficar com o carro do motorista. Eles abordaram o tiozinho em Canelinha pedindo uma carona pra fazer uma mudança.

Os assassinos sentaram no banco de trás e foram até a localidade de Barreiros, onde Adriano pediu que o coitado parasse o carro. O malaco estrangulou o motorista com um fio de luz e depois meteu três facadas no pescoço da vítima.

Os desalmados botaram o coitado no porta-malas e levaram o carro até a localidade de Estiva do Inferninho, em Biguaçu. Nesse fim de mundo, eles desovaram o corpo num matagal, depois do safado meter mais três facadas no peito da vítima. Os tiras encontraram Idalécio na manhã seguinte e foram atrás de Rosângela, que inicialmente negou o crime. Na baia, os homis acharam roupas cheias de sangue e a mulé assumiu o assassinato. Além de Adriano, ela entregou que a caranga foi deixada no bairro Amâncio, em Biguaçu.

  •  

Deixe uma Resposta