• Postado por Tiago

Começa hoje , em todo o Brasil, a operação verão da Marinha. A delegacia da capitania de portos de Itajaí fiscalizará as embarcações das citys de Barra Velha a Tijucas e ainda os barquinhos e banhistas dos rios da região oeste. De acordo com o delegado Alexandre Herculano Pinto Malizia Alves, Balneário Camboriú, Bombinhas e Porto Belo são as praias mais preocupantes, por causa do grande número de banhistas.

Os marinheiros vão fiscalizar as embarcações, orientar os condutores e ainda ficar de zóio em crimes ambientais. Eles contam com quatro viaturas e mais quatro lanchas pra realizar todo o trampo. No ano passado, mais de três mil embarcações, entre barcos, iates e jet skis foram notificados por irregularidades. Os marinheiros também vão distribuir nas praias vários papélis com as principais dicas pra um verão mais seguro.

Na quinta-feira, uma equipe de Itajaí partiu pro oeste do estado pra fiscalizar principalmente as cidades que têm rios represados. Segundo o delegado Malizia, a colonada que não vem pro litoral acaba saindo da linha quando tá curtindo as represas ou então as cachoeiras do interior do estado. Já no litoral, as praias de Balneário, Porto Belo, Bombinhas e Penha, que recebem o maior número de turistas, são os principais alvos dos marinheiros.

Dicas

Para garantir mais segurança, o delegado Malizia orienta os donos de barquinhos a nunca alugar a embarcação pra pessoas que não possuem habilitação. “As normas para o mar são as mesmas de trânsito. Precisa ter carteira de habilitação, documento do barco e o seguro obrigatório. Toda a multa que for aplicada irá direto para o proprietário, mesmo se ele não estiver a bordo”, disse o delegado. Os documentos precisam estar dentro da embarcação, caso ele seja abordado por uma lancha da Marinha. “Nós distribuímos até mesmo uma sacolinha para guardar estes três documentos”, mandou. As multas variam de R$ 40 a R$ 1,6 mil.

A Marinha ainda vai fiscalizar a quantidade de salva-vidas nos barcos, que deve ser 10% a mais do que o número máximo de pessoas a bordo. Quem for pego pilotando qualquer tipo de embarcação com a cara cheia de cachaça também vai levar uma carcada daquelas. Os banhistas têm que fazer a sua parte e evitar nadar a mais de 200 metros da areia, pois essa região já é considerada área de navegação das embarcações.

  •  

Deixe uma Resposta