• Postado por Tiago

Criciúma e Marcílio Dias se enfrentam na tarde deste sábado, tentando sair do fundo do poço. As duas equipes são as últimas colocadas do grupo D do Brasileirinho e precisam desesperadamente de um bom resultado pra começar a respirar na competição. O Tigre tá na quarta colocação, com um pontinho, e o Marinheiro é o lanterna, com zero. O jogo rola no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, às 16h.

Pelos treinos da semana, o técnico Ronaldo Alfredo não deverá fazer grandes mudanças na escalação da peixeirada. Do elenco, só o atacante Fantick não viajou com o grupo por causa de uma lesão. Pro lugar dele, Ronaldo deve entrar com Lira, que volta de suspensão. A escalação do Rubro-anil deve ser a seguinte: Marcio Kesller; Rafael Tesser, Heverton, Vitor e Vasconcelos; Rogério Souza, Pepo, Celico e Lira; Leandro Costa e Charles.

Criciúma

O técnico Roberto Fonseca tem uma dúvida pra escalar o Tigre. O lateral-esquerdo Lima seria julgado na noite de ontem pela expulsão na segunda rodada da competição, diante do Caxias, e corria o risco de pegar até seis jogos de suspensão. Caso Lima não jogue, Wellington deve ganhar a vaga. Nas demais posições o time deverá ser o mesmo que perdeu por 1 a 0 pro Brasil de Pelotas, na última rodada: Zé Carlos; Thiago Mattos, Filipe, Júlio César e Lima (Wellington); Wender, Glaydson, Mateus e Marcos Paraná; Zulu e Cléverson.

Contas incompletas

Rolou uma reunião na tarde de quinta-feira entre o conselho fiscal e a diretoria do Marinheiro. O presidente do conselho fiscal, Jânio Flávio de Oliveira, falou que alguns papélis ficaram faltando na prestação de contas entregue pelo presidente Carlos Crispim. “Por isso, solicitamos complementação de documentos”, disse Jânio. Depois de entregarem o que falta, ainda terá que ser feita a análise de tudo. A lenga-lenga deve demorar mais uns 30 dias pra ter algum o resultado efetivo.

  •  

Deixe uma Resposta