• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-18---s---marcilio-x-juventus---jogo-treino---fotos-prendinha-do-deli-03.06-(30)

Marujada não jogou bem e Ronaldo Alfredo deve mexer no time

O Marcílio Dias encarou o Juventus de Jaraguá do Sul, na tarde de ontem, num jogo-treino que parecia ser mais fácil do que roubar doce de criança. Pena que foi só ilusão. O que era pra ser uma goleada do Marinheiro acabou num empate tosco por 1 a 1, com sorte do time peixeiro não ter levado a virada no final. O técnico Ronaldo Alfredo não ficou satisfeito com o que viu e mudanças devem rolar.

A partida começou melhor pro Marcílio, que logo aos seis minutos de jogo abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Charles não perdoou e meteu uma bucha no Moleque Travesso. Depois disso, o time peixeiro caiu de produção e o Juventus igualou as ações. Com 10 minutos, uma bola na trave assustou o goleiro Márcio Kessler.

Apesar de ter maior posse de bola, a marujada não conseguia finalizar. A lateral direita era muito usada e os jogadores meio que esqueceram que também poderiam jogar pelo meio e esquerda, o que fez o comandante marcilista dar um belo puxão de orelha em seus comandados.

Aos 36 minutos, saiu o gol do timeco do Juventus. Num contra-ataque rápido, a bola sobrou pro ex-marcilista Lourival, que de cabeça anotou o seu. O gol foi uma espécie de vingança do Rambo pelos salários atrasados quando passou pelo Rubro-anil.

Segundo tempo

Os dois times voltaram do intervalo cheios de substituições, tanto que Ronaldo só deixou quatro jogadores que atuaram no primeiro tempo. O Juventus tava mais aceso, marcando mais e não deixando espaço. Já o time de Itajaí ficou perdido em campo e só fez jogada de perigo aos 35, quando Vasconcelos meteu uma bola na trave. Depois disso, só restou aos poucos torcedores que compareceram ao campo do Natalense esperar pelo apito final.

A escalação inicial do Marcílio foi a seguinte: Márcio Kessler; Rafael Tesser, Vitor, Everton e Vasconcelos; Pepo, Rogério, Mateus e Fantick; Charles e Leandro Costa.

Cabreiro

Ronaldo manteve a promessa de usar duas equipes diferentes no jogo, mas no final das contas não gostou nada do que viu. ?Perdemos totalmente o ritmo de jogo e nestes 10 dias que restam preciso mudar a defesa?, avaliou.

O técnico, que costuma usar o 4-4-2, tentou também o 3-5-2 e pretende seguir essa linha. ?O que eu quero é o equilíbrio nos três setores. Infelizmente, não conseguimos isso, senti o time travado?, finalizou.

Agora, o Marcílio volta aos treinos pra finalmente pegar a Camboriuense na manhã de sábado, às 10h, em jogo-treino no Colégio Agrícola.

  •  

Deixe uma Resposta