• 18 set 2009
  • Postado por Tiago

Universidade de Itajaí

Rua Uruguai. O céu nublado neste fim de tarde me fez parar ali, na frente daquele edifício que outrora fora o Instituto Nacional do Pinho, quando Itajaí cresceu com a força da exportação da madeira.

Quantas noites de frio e de chuva os estudantes da Faculdade de Direito e de Filosofia enfrentaram para, neste mesmo lugar, buscar novos conhecimentos e melhorar seu desempenho nas atividades profissionais. Ali se instalara a Fepevi, naquele prédio desocupado, já que aquela instituição não tinha mais razão para continuar existindo.

Fundação de Ensino do Polo Geo-Educacional do Vale do Itajaí –Fepevi, assim se chamava a nossa atual Univali, sonho de tantos itajaienses que há tantos anos tornou-se realidade. Fiquei observando o movimento de carros e ônibus entrando naquele recinto que hoje se estende por muitos e muitos metros adentro, com um grande número de prédios para acolher os estudantes dos muitos cursos ali instalados: Nutrição, Odontologia, Fonoaudiologia, Enfermagem e Obstetrícia, Medicina e outros tantos, além dos cursos de Direito e Filosofia, as sementes desta Universidade que tanto orgulha a nossa terra.

Criada em 1964, como estabelecimento de ensino superior e organizada pela Sociedade de Ensino Superior – SIES, foi a semente que brotou em terra fértil e produziu muitos frutos. Foram muitos os que trabalharam para consolidar este sonho, hoje transformado em Univali, Universidade do Vale do Itajaí. Uns sonharam, outros realizaram; outros insistiram e consolidaram.

Instalada na antiga residência do senhor José Cesário Pereira, na praça da Bandeira, hoje praça Irineu Bornhausen, a SIES iniciou suas atividades acolhendo as duas faculdades recém criadas. Logo depois, em 1965, as irmãzinhas do Colégio São José cederam as dependências da ex-casa residencial, para ali serem ministradas as aulas das duas faculdades. Antes de se instalar nas dependências próprias, recebeu também o apoio do Colégio Salesiano e do Colégio Nilton Kucker, onde as aulas eram ministradas.

Quando me submeti ao vestibular, professora há 20 anos, as aulas da faculdade de Pedagogia eram ministradas no Colégio Estadual Nilton Kucker, que logo passaram para o atual prédio. A administração Fepevi funcionava nas dependências do antigo Instituto Nacional do Pinho e só havia a construção de uma ala onde eram ministradas as aulas.

Lembrei a minha formatura, em 1975, quando os alunos e professores do Curso de Pedagogia se reuniram para uma confraternização, dias antes da colação de grau. Parecíamos adolescentes comemorando aquela vitória. A maioria dos alunos já exercia suas funções como Professor, Diretor de Escola ou Inspetor Escolar. Os alunos do 3º ano de Pedagogia prepararam um coquetel para oferecer aos diplomandos. De repente alguém começa a desfiar umas quadrinhas, feitas na última hora, relembrando algum jeito de cada professor, alguma palavra usada com mais ênfase ou mais frequência. Aqui vão algumas que encontrei entre meus guardados: “Adelina, pequenina, fala muito em autoimagem, autoestima e vocação, que nos toca o coração”. “Luís Henrique é o galã das alunas da faculdade; sua elegância impecável faz a Zaura sentir saudade”. “A tônica do Silvio Sandri é a fidedignidade, Taxionomia de Bloom, usa com propriedade”; “Dr. Edison, então, pergunta-se, logo responde:”Ah! Não tem por onde!”.

Mas, não esqueçamos dos outros: Professor Pinheiro, Lygia Cruz, Thahecyil Tavares, Migliari, Joélcio Cugnier, Lia Buzzarelo, Irmã Justina, Cinéria, todos na minha lembrança.

A consolidação da Universidade deu-se num momento de grande euforia, quando a antiga Fepevi se transformou em Univali. Desde 2002, assumiu a Reitoria do ensino superior de Itajaí o Prof. José Roberto Porvesi, outro construtor dessa gigantesca obra, reafirmando seu compromisso com a comunidade acadêmica. Somos todos, alunos e professores que por ali passaram e por ali ainda passam, uma peça da construção deste Edifício do Saber que teve, como mestre de obras, o incansável sonhador e realizador, o Magnífico Reitor Dr. Edison Villela.

  •  

Deixe uma Resposta