• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-18---treino-marcilio-na-pista-de-atletismo---foto-felipe-VT-08

Veterano capitão Nem puxou a fila na corridinha na pista de atletismo

Se tava faltando algo pra revoltar o sofrido torcedor marcilista, agora não falta mais. Além do time ser rebaixado no Catarinão, fazer uma campanha ridícula na série C do Brasileiro e ainda ser prejudicado pela arbitragem em pelo menos duas partidas na competição nacional, agora foi a vez da CBF meter no lombo do Marcílio Dias. A decisão da entidade máxima do futebol nacional, transferindo o jogo do Marinheiro contra o Brasil-RS de domingo, em Jaraguá do Sul, pra terça-feira, em Criciúma, deixou todo mundo puteado.

Antes do treino de ontem à tarde, comissão técnica e jogadores estavam revoltados com a mudança. O técnico Ronaldo Alfredo, com cara de poucos amigos, nem quis falar da decisão da CBF. ?Não vou falar nada, senão vou me incomodar?, disse.

Como se não bastasse o time peixeiro ter que jogar na casa do inimigo, pois o Criciúma luta diretamente com o Marcílio contra o rebaixamento, Ronaldo lembrou que segunda-feira é dia de julgamento do zagueiro Nem e do atacante Charles, pelas expulsões no jogo contra o Tigre, e ele poderá ter mais dois desfalques pra encarar o Brasil. ?Inventaram de fazer o jogo um dia depois?, resumiu, em tom irônico.

Já os jogadores soltaram o verbo e se manifestaram contra a mudança de local e de data, afirmando que atuar na terça-feira à noite, em Criciúma, só traz mais dificuldades pro Marcílio. ?É muito ruim pros jogadores. Teremos as torcidas do Brasil e do Criciúma torcendo contra. Seremos visitantes no nosso próprio jogo?, definiu o meia Rodrigo Couto.

Outro marujo que não escondeu a insatisfação foi o zagueiro Vitor. O atleta achou que a mudança só contribuiu pro Brasil ter um bom resultado. ?É errado. Vai ficar mais perto pra torcida deles ir. Em Jaraguá tava tudo certinho, iam ônibus de Itajaí com a nossa torcida. Agora, nem sei mais se vão?.

O goleiro Márcio Kessler também falou sobre a sacanagem. ?Tão fazendo de tudo pra que o time caia nesse campeonato?, disse Márcio, que tentou lembrar pelo menos um fator positivo nisso tudo. ?Nossa única vitória foi lá, o campo oferece boas condições pra gente e temos jogadores voltando de cartão e contusões?.

Com novos planos, o treino de ontem à tarde foi um físico na pista de atletismo de Itajaí. O time volta aos trabalhos na manhã de sábado, fazendo um técnico/tático com Ronaldo no Gigantão. Domingo é dia de coletivo e segunda-feira à noite o grupo viaja pra terra do carvão.

Federação ausente

A torcida presente ontem no Dr. Hercílio Luz também tava puteada com a Federação Catarinense de Futebol, que não estaria se esforçando nem um pouquinho pra que o Marcílio não seja garfado no Brasileirinho. A reportagem tentou falar com o presidente Delfim Pádua Peixoto Filho, mas o poderoso-chefão não foi encontrado. Todo mundo quer saber se a decisão da vigilância sanitária de interditar o estádio João Marcato, em Jaraguá, também vai valer pros jogos do Juventus, na divisão especial.

  •  

Deixe uma Resposta