• Postado por Tiago

Um homem passou dessa pra uma melhor ontem à tarde, em Bombinhas, depois de ter passado mal em pleno marzão. O coitado foi socorrido pelos vermelhinhos e levado pra policlínica da city, mas não resistiu. Os bombeiros não souberam dizer se o cara morreu por ter se afogado ou se teve um piripaque quando tava dentro da água.

Era por volta do meio-dia quando os vermelhinhos foram avisados de que tinha um tiozinho se afogando na praia Central de Bombinhas. Eles estranharam o fato de terem sido chamados, já que o local onde o pobre tava se debatendo na água fica a menos de um quilômetro do posto dos guarda-vidas, mas mesmo assim saíram voando pra tentar socorrê-lo.

Quando chegaram ao local, já encontrado Joaquim Lara, 52 anos, deitado na areia, sem sinais de vida. O cara tinha sido retirado da água por seu irmão, que curtia a manhã ensolarada junto com ele.

O povão que assistiu toda a tragédia comentou que a dupla tinha tomado uns goles antes de entrar no mar, por isso os vermelhinhos não souberam dizer se Joaquim se afogou ou se passou mal enquanto nadava e teve um piripaque.

Ele chegou a ser ressuscitado e foi levado pra policlínica da city, mas não resistiu e partiu pro além. O estranho é que, até a tarde de ontem, ninguém na clínica tinha avisado os peritos do instituto Médico Legal (IML) sobre o caso, e a história também não tinha sido registrada na depê. O pessoal da policlínica mandou avisar que tava muito ocupado e ninguém quis dizer qual foi a causa da morte do coitado.

Segunda morte

Está foi a segunda morte no mar da região desde que o sol resolveu dar as caras. A primeira vítima foi o turista Manoel José dos Santos, 62 anos, natural de Curitiba, que morreu afogado no sábado por volta das 17h, na lagoa de Barra Velha.

  •  

Deixe uma Resposta