• Postado por Tiago

maísa

Pequerrucha diz que ainda gosta do patrão

A dona justa paulista proibiu a pequerrucha Maísa de gravar programa de televisão ao lado do patrão Silvio Santos, no SBT. A decisão foi da vara da infância e da juventude da comarca de Osasco, onde a família da pequena mora. A apresentadora mirim vai continuar à frente dos dois programas infantis que comanda na emissora, mas a participação com Silvio na programação de domingo foi vetada. A dona justa entendeu que Maisa sofreu constrangimento na frente das câmeras.

A conselheira tutelar Brenna Scarpel Boschi, que visitou a casa de Maísa em São José dos Campos, contou que a menina abriu o berreiro com a decisão e por isso terá acompanhamento psicológico. ?Pode não parecer, mas ela tem uma carga grande de responsabilidade para uma menina de sete anos. A ajuda de um profissional é essencial, ainda mais nesse momento em que ela não vai mais poder gravar com Silvio Santos?, falou Brenna.

O que levou a dona justa tomar a decisão, segundo a conselheira, foram os últimos acontecimentos dentro do SBT. Durante a gravação com o patrão malvado, a apresentadora mirim teve uma crise de choro ao ficar frente a frente com um menino fantasiado de monstro.

Antes disso, ela chegou a pedir que Silvio Santos não o deixasse entrar no palco, já que estava com medo. No programa seguinte, afirmou ter ficado magoada com o apresentador. Nervosa, saiu do palco chorando e acabou batendo com a cabeça em uma câmera.

Apesar do chororô em dois programas consecutivos, a conselheira afirma que Maísa não ficou abalada. ?A garota está muito bem. Só está chateada com o fato de ouvir as pessoas falarem mal de Silvio Santos. Ela gosta muito dele?, garantiu.

  •  

Deixe uma Resposta