• Postado por Tiago

CONTRA-BAIXO---s---nelsinho-fora-da-renaut---divulgação

Nelsinho conseguiu seu único pódio no GP da Alemanha

Em entrevista divulgada ontem pela Ferrari, Felipe Massa falou pela primeira vez sobre o grave acidente que sofreu durante o treino classificatório pro GP da Hungria, há duas semanas. A caminho do Brasil depois de receber alta do hospital onde ficou internado em Budapeste, Massa agradeceu a torcida pela sua recuperação. ?Antes de tudo agradeço a Deus. Mas também quero agradecer todos que rezaram por mim e que me mandaram mensagens, me desejando melhoras?, disse o brazuca, que não vê a hora de retornar às pistas.

Massa não lembra do momento exato do acidente. ?Sei que algo aconteceu comigo, mas não senti nada quando aconteceu. Eles me disseram que eu perdi a consciência no momento em que a mola bateu no capacete e bati nos pneus e acordei no hospital dois dias depois. Não lembro de nada e por isso os médicos tiveram de me explicar. A última coisa que lembro é que eu estava atrás de Rubens (Barrichello) no fim da minha volta rápida e depois mais nada?, contou.

Massa voltou ontem a São Paulo e estava ansioso pra retornar à sua vida normal. ?Quero voltar para casa, ver se tudo estava como era antes. Muitas coisas aconteceram nos últimos dias e quero retornar à minha vida normal?, finalizou.

Nelsinho fora

A segunda-feira também foi de notícia ruim pro Brasil na Fórmula 1, pois a Renault confirmou a demissão de Nelsinho Piquet. A decisão da equipe francesa foi anunciada pelo próprio piloto, em comunicado oficial divulgado à imprensa. O brasileiro lamentou a decisão e depois detonou o seu ex-chefe e empresário, Flavio Briatore. ?Se eu agora preciso dar explicações, estou certo de que é por causa da situação injusta que tenho vivido nos últimos dois anos. Eu sempre acreditei que ter um manager seria fazer parte de uma equipe e que teria nele um parceiro. Um manager deve encorajar, apoiar e fornecer oportunidades. No meu caso foi o contrário, Flavio Briatore foi o meu carrasco?, lascou.

Mas Nelsinho pode voltar já no ano que vem pra F1. Pelo menos se depender dos esforços de seu pai. De acordo com o jornal ?Estado de São Paulo?, em matéria publicada ontem, o tricampeão Nelson Piquet estaria interessado em comprar 80% da equipe BMW pra 2010. Assim, se juntaria ao suíço Peter Sauber, hoje dono de 20% da escuderia.

  •  

Deixe uma Resposta