• Postado por Tiago

M.C.B., 29 anos, que tem um filho na 8ª série da escola municipal Antônio Ramos, nos Cordeiros, em Itajaí, denuncia que uma funcionária estaria escolhendo os alunos que vão para passeios organizados pelo colégio. Ricardo José de Novaes, diretor da escola, desmente M. e afirma que este ano a 8ª série nem fez passeios fora da escola.

M. tá indignada com a situação. Conta que a indicação dos escolhidos para os passeios vira zoação nas salas de aula. A tal funcionária chega a dizer que o aluno que não vai na viagem tá sendo punido porque é bagunceiro. “É um absurdo, tem que ter direitos iguais. Não deixa de ser um preconceito, né?”, bufa a mãe de aluno.

Todo mundo é convidado

O diretor do Antônio Ramos afirma que este ano a 8ª série não fez passeios. O único que estava marcado era pra visitar a escola Agrícola, de Camboriú, mas como somente 10 alunos pagaram o custo do busão, eles decidiram cancelar a pequena viagem e devolver o dindim.

O professor Ricardo Novaes ainda diz que neste final de ano rola a viagem de formatura e que a saída é organizada pelos professores regentes e não pela funcionária que M. cita. O diretor garante que todos os alunos foram convidados para participar da viagem de formatura.

  •  

Deixe uma Resposta