• Postado por Tiago

INTERNA_12_base---bifurcação-da-avenida-irineu-bornhausen_foto-dona-mariquinha-(3)

Carangos e caminhões passam a mil por hora

Todos os dias, dona Maria do Carmo de Oliveira, 42 anos, e o filho Rodrigo de Oliveira, 20, passam sufoco pra atravessar a avenida Irineu Bornhausen, a popular Caninana, na bifurcação das ruas Tijucas e Coronel Eugênio Müller, entre o centro o bairro São João, em Itajaí. Para resolver o aperreio, eles acreditam que um semáforo iria ajudá-los, porque aí os carangos que sempre andam em alta velocidade seriam obrigados a parar e respeitar a faixa de pedestres. O coordenador da Codetran, José Alvercino Ferreira, descarta a possibilidade: ?Não tem como colocar por causa dos caminhões que ficam do lado esquerdo?.

O vendedor Rodrigo passa todo dia pela Caninana e diz que o pessoal que tá na boleia dos carangos não respeita os pedestres. ?Os motoristas, maleducados, não se dão ao luxo de parar o carango pro povão passar diapé?, reclama.

Dona Maria do Carmo sabe bem o que é sofrer com o desrespeito dos motoristas. Seu outro filhote tem necessidades especiais e ela diz que passa perrengue ao esperar um tempão pra atravessar a via com o menino.

Ela alerta para o perigo que é atravessar aquele trecho da Caninana. Teme que os apressadinhos ainda acabem atropelando alguém. ?Isso se já não atropelou, né? Eu que nunca vi uma coisa dessas?, comenta, com bom sotaque peixeiro.

A leitora também chama a atenção da tchurma da prefeitura para a pintura da faixa de pedestres, que está praticamente apagada. Isso ajuda a piorar ainda mais a situação. ?É um monte de gente que anda a pé e depende disso?, faz questão de dizer, completando: ?Itajaí gasta dinheiro com tanta coisa…?

Mãe e filho garantem que a reclamação não parte somente deles. Quando esperam para atravessar a Irineu Bornhausen, presenciam muita gente bufando. Rodrigo pensa em fazer um abaixo-assinado se a prefa não se mexer logo pra dar um jeito no problema enfrentado pelos pedestres.

Para dona Maria do Carmo e seu filho, a solução seria a instalação de uma sinaleira. Outra saída, seria a Codetran colocar um guardinha de plantão no local.

Não tem como instalar semáforo

José Alvercino Ferreira, coordenador da Codetran, explicou que os agentes de trânsito normalmente já trampam na bifurcação da avenida Irineu Bornhausen, principalmente nos horários de saída das escolas.

O chefão da Codetran alega que não tem possibilidade de um semáforo ser instalado no local porque os caminhões, na maioria das vezes, ficam parados no lado esquerdo da avenida esperando pra entrar no Porto. ?Não tem como?, afirmou.

Uma das soluções apontadas por Zé Alvercino seria a colocação de placas para avisar aos motoras que vem curva pela frente e também uma placa reforçando sobre o limite de velocidade.

Em relação à faixa de pedestres, Zé Alvercino garantiu que ela vai ser repintada. ?Todas de Itajaí estão sendo pintadas. Essa semana estamos na frente do ferri-bote, mas vamos chegar lá?, prometeu.

  •  

Deixe uma Resposta