• Postado por Tiago

iINTENA-POLÍCIA-PAGINA-SETE-p---operação-milicos---brigitte-bardot-(2)

Fardados conseguiram um mandado de busca e apreensão pra dar o atraque

A vagabundagem metida com o tráfico de drogas no bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú, ficou com o fiofó apertado ontem. Os meganhas montaram uma baita operação e deram o atraque em cinco baias das ruas Corupá, Biguaçu e Campo Erê. Uma tiazinha foi em cana com 50 pedras do capeta. Horas antes, rolou um atraque na rua Canelinha, de onde foram recolhidas mais 31 porções de crack e guentadas seis pessoas.

Depois de receber denúncias de que tava rolando a venda de porcariada e que tinha armas mocosadas no pedaço, os milicos pedincharam e conseguiram com a dona justa autorização pra dar um guento nas baiucas que ficam coladinhas na Sexta avenida.

Cumprindo o mandado de busca e apreensão, os fardados acordaram com as galinhas e bateram em cinco casas. Depois de vasculhar todas as baias, encontraram 50 pedras de crack guardadinhas dentro da casa 888, da rua Campo Erê. Etelvina Terezinha Barros de Siqueira, 50 anos, foi levada pra sisplicar na delegacia. A tiazinha jura de pés juntos que não sabia que a drogalhada tava lá. ?Tenho muitos amigos que entram e saem o tempo todo da minha casa?, contou.

Na casa da velhota foi recolhido um binóculo camuflado que a polícia desconfia que seja pra bizolhar a movimentação das baratinhas pela área. Foram encontrados também dois celulares, uma filmadora, e R$ 5.400 em dindim. A mulé, que é dona da mercearia Recantos, afirma que a grana tava guardada pra pagar a conta de luz e água. Já os puliças desconfiam que a bufunfa veio do comércio de drogas.

Numa outra baiuca da mesma rua, os tiras guentaram um moleque de 16 anos que tava agarradinho com uma bucha de cinco gramas de maconha. O dimenor também não siscapuliu da bronca e teve que bater um papo com os homisdalei na delegacia.

Apesar de não ter encontrado armas, o capitão Marcelo Egídio Costa acredita que a operação foi muito produtiva. ?Tem o efeito preventivo que com certeza intimida a ação dos criminosos?, mandou. O meganha afirma que a polícia militar tá com outros muquifos na mira e promete dar um novo atraque logo.

Mais 31 pedras

Umas 10 horas antes, os milicos bateram na rua Canelinha, também no bairro dos Municípios. Deram o teje preso em três homens e três muiés que tavam comendo mosca no meio da rua e fumando uma erva do Bob Marley. Enquanto uns fardados revistavam os suspeitos, uma guria, que tava acompanhada por um cachorro, disse que ia deixar o cão em casa.

Vendo que tinha caroço naquele angu, um dos milicos acompanhou a moçoila. Foi batata. A rapariga tava cheia de más intenções e jogou um pacotinho recheado com 31 pedras do dêmo num canto. O tira notou a falcatrua e botou a pulseira de aço na pilantrona. Na casa da acusada, foi encontrado um pote com R$ 125,30 em notas miúdas e moedas, característica do tráfico de drogas. A trupe foi levada pra depê pra bater um papo com o delegado.

  •  

Deixe uma Resposta