• Postado por Tiago

Menor fez o maior forrobodó no bairro São Paulo

Um caso pra lá de estranho movimentou o começo da noite no bairro São Paulo, em Navega. Por volta das 19h30, um mini-trafica quebrou a casa inteira, manteve mãe e sua namoradinha refém, na rua Leopoldo Arcângelo da Rocha. A vizinhança chamou os vermelhinhos porque a mãe tava passando mal, mas o danado não deixava os socorristas entrarem.

Até o fechamento desta edição, o dimenor E.S.C., 16 anos, o popular Zezinho, e a namorada, L.S.S., de apenas 14, a Campeche, não se acertavam nas desculpas. O guri afirmava que discutiu com a mãe Maria Aparecida da Silva, que não guentou o tranco e teve um piripaque. Já a guria falou que ela e o amado tinham discutido, por isso ele quebrou a casa inteira. Daí, a mãe dele passou mal.

O fato é que a merda tava feita e Zezinho não deixava ninguém entrar na baia. Os milicos conseguiram, do lado de fora, convencer o guri a deixar os bombeiros entrarem pra atender a mãe. A muié e Campeche saíram da baia e a dimenor afirmou que não tinha mais ninguém em casa.

Os milicos fizeram aquela geralzona e acharam o dimenor escondido. Embora o guri tenha fama de traficante, nenhuma droga foi guentada. Enquanto a mãe foi socorrida, o casal foi levado pro quartel da PM, e, mais tarde, seguiram pra depê.

  •  

Deixe uma Resposta