• 26 dez 2009
  • Postado por Tiago

Quando um ano chega ao final ficamos sempre a pensar (desejar até) nas novidades moderninhas da vez e que devem se tornar mais acessíveis e conhecidas em 2010. Como foi o caso das:

Pílulas da beleza que são sucesso absoluto na Europa e uma invenção revolucionária da ciência em favor da estética. Vendidas em farmácias, sem a necessidade de prescrição médica, as pílulas atuam como vitaminas e prometem resultados tentadores, desde aumentar o volume dos cabelos até afinar as pernas. Diversas marcas comercializam esse tipo de produto mas, no Brasil, apenas as da Nutrilatina, Imedeen e Innéov estão disponíveis.

Slim Lipo que também é uma forma de lipoaspiração que, dizem, reduz os riscos e torna o procedimento menos invasivo. Acontece através do aparelho Slim Lipo, que proporciona lipo a laser, derretendo a gordura e, depois, sugando-a com uma cânula – os cuidados pós-operatórios são os mesmos do tradicional. Segundo os especialistas, quem faz a cirurgia responde muito bem e gosta do resultado porque ele faz com que exista uma contração da pele, ou seja, ela parece menos flácida depois do procedimento.

Cílios mais longos são mania da vez e objeto de desejo da mulherada. Para tal a Allergan (mesma empresa que produz o Botox) criou o Latisse, uma solução para alongar, aumentar e deixar os cílios mais grossos e volumosos. O produto teve a aprovação da FDA (Food and Drug Administration) nos EUA e começou a ser vendido por lá no primeiro trimestre desse ano, somente sob prescrição médica. Ainda não existe previsão da chegada do Latisse ao Brasil.

Preenchimento para seios e neste caso é a empresa sueca Q-Med que comanda a “benfeitoria” – a mesma que produz o preenchedor facial Restylane -, o Macrolane é um gel feito a partir de ácido hialurônico estabilizado, utilizado no preenchimento de áreas maiores do corpo. Pode-se aumentar os seios, por exemplo, usando o Macrolane em vez de submeter-se a uma cirurgia – embora os resultados não sejam permanentes como os de um procedimento cirúrgico (os efeitos do produto duram de um a dois anos) são quase instantâneos.

  •  

Deixe uma Resposta