• Postado por Tiago

CAPA-ABRE---12-GabrielMedina2-DanielSmorigo

Medina voou pra vencer a etapa do WQS em Floripa

Um verdadeiro confronto de gerações fechou o Maresia Surf International na Praia Mole de Florianópolis. Com apenas 15 anos de idade, o paulista Gabriel Medina tornou-se o surfista mais jovem a vencer uma etapa em toda a história do WQS iniciada em 1992. Na final, ele bateu um ídolo local, o catarinense Neco Padaratz, 32 anos, único que já tem dois troféus de campeão da Maresia no currículo, ambos conquistados em 1999.

Esta foi a segunda etapa do WQS 2009 que Neco disputou depois da contusão sofrida em setembro do ano passado. Já Gabriel Medina ganhou logo a primeira que participou nesta temporada. O Mundial WQS agora parte para Saquarema (RJ).

?Estou super feliz por ter ganho aqui na Praia Mole. Eu nunca esperava isso, mas consegui achar as ondas nas baterias e não sei nem o que dizer, muita felicidade só?, vibrou Gabriel Medina, que faturou o prêmio de 20 mil dólares oferecido nas etapas do WQS. ?Antes de entrar na bateria, sabia que ia ser bem difícil enfrentar o Neco na casa dele, mas consegui achar boas ondas para tirar boas notas?, sisplicou.

No domingo decisivo, Medina começou o dia despachando o americano Austin Ware nas quartas-de-final e depois derrubou na semifinal outro integrante da nova geração, o havaiano Dusty Payne, 20 anos. A caminhada de Neco Padaratz foi iniciada contra um dos favoritos ao título, o novo líder do WQS, Jadson André, quando realizou sua melhor apresentação da semana na praia Mole para liquidar o potiguar com duas notas na casa dos oito pontos. Para conquistar a segunda vaga na grande final, Neco tirou o último estrangeiro da briga, o australiano Matt Wilkinson,

A final

Neco abriu a última bateria manobrando forte para começar com uma nota 5,5. Logo Gabriel Medina apresentou sua arma mortal e assumiu a ponta com um 7,5 num belo aéreo. Medina ficou precisando de 4,5 pontos nos últimos minutos e pegou uma onda que rendeu duas manobras que garantiram a nota 8,33. No somatório das duas melhores ondas, Medina fez 15,83 pontos contra 12 de Neco.

Neco reclamou do julgamento quando saiu do mar, mas no pódio foi só elogios. ?Fazia muito tempo que eu sonhava em estar de volta a este lugar e ao pódio para poder agradecer todos que acreditaram em mim. A coisa que mais amo na minha vida é surfar e um ano atrás imaginei que nunca mais poderia fazer isso?, contou Neco, mostrando-se muito emocionado.

  •  

Deixe uma Resposta