• Postado por Tiago

A chuvarada que caiu no domingo não chegou a provocar estragos na região. Mas uma moradora do loteamento Promorar, no São Vicente, em Itajaí, tava puta dos cornos com a prefa. O toró encheu o quintal de sua casa d´água porque, segundo ela, o bueiro da rua tá entupido.

A dona de casa Rosane Ferreira Pereira, 40 anos, contou que logo após o cacau que caiu por volta das 17h, a sua rua, a Otília Damasceno, parecia o Piscinão de Ramos. “O meu cercado ficou alagado. Só não entrou água na minha casa porque fiz barreira de cimento, pra água não entrar no quarto e na cozinha”, contou a muié. Ela garante que toda vida que chove é isso. O quintal vira uma piscina e a rua fica toda alagada.“A gente votou no prefeito e o prefeito não tá fazendo nada. Os bueiros tão tudo entupidos e ele não tá fazenda nada”, xingou a muié.

O major Sérgio Murilo de Mello, coordenador da defesa civil peixeira, explica que a casa alaga com qualquer chuva, porque o terreno é mais baixo que a rua. “Estivemos lá em abril e recomendamos aterrar o lote até o nível da rua, senão qualquer chuva vai alagar”, explica. A casa da dona Rosane seria a única vítima da chuvarada ontem. O restante teria sido tranquilo. Os bombeiros registraram apenas uma ocorrência por causa do aguaceiro e não teve nada a ver com alagamento. Um morador da Ciriaco Meirinho, no São Judas, decidiu consertar o telhado depois do toró e não deu outra: escorregou, caiu e se machucou.

O major Murilo reforça a informação repassada pelos vermelhinhos e diz que não houve ligação pro telefone da defesa civil. “Não tivemos nenhuma ligação e o secretário de obras também está na rua e não encontrou nenhum ponto de alagamento”, revelou.

Sobre a chuva, o major diz que a previsão é de chuva até amanhã. “Chove um pouco para, e vai continuar assim até amanhã. Vamos ficar de sobreaviso e monitorando a previsão do tempo”, garantiu. Enquanto uma pessoa não é contratada pra trabalhar 24 horas na defesa civil peixeira, um guarda patrimonial é quem atendeu ao telefone de emergência, o 199, e anotou as ligações. O major informou que tá rolando uma seleção pra contratar um atendente, mas ainda não há data pra este funcionário começar a trampar.

Região

Os vermelhinhos de Balneário e Cambu também informaram que não houve atendimento por conta da chuva. Embora São Pedro tenha mandado uma carrada de água, não teve preju nas duas citys. Balneário Piçarras também não sofreu com a chuvarada. Até às 18h, os bombeiros não tinham recebido nenhum pedido de apoio. O município de Luiz Alves, um dos mais castigados na enchente de novembro passado, tá de alerta. Mas até ontem as chuvas não tinham causado nenhum estrago. Em Navegantes, a chuva também não causa prejuízos.

  •  

Deixe uma Resposta