• Postado por Tiago

Um motoboy da empresa Serget não resistiu aos balaços que tomou na noite de domingo e morreu. Um suspeito foi detido logo depois.

O assassinato aconteceu pelas 21h do domingão. Clóvis Eduardo Taron, 27 anos, levou um balaço na mão esquerda e outro tirombaço nas costas enquanto caminhava pela rua Corupá, no bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú. Um dos tiros perfurou o pulmão da vítima que caiu ferida na chón. Socorristas do Samu ainda foram chamados, mas quando chegaram o rapaz deu o último suspiro e morreu.

O corpo foi encaminhado pra perícia do Instituto Médico Legal (IML) de Balneário. Ele passou por análise e foi liberado ontem de manhã pro enterro em Camboriú. Clóvis trampava como motoboy pra empresa Serget, responsável pela instalação das sinaleiras espertinhas que tacam multa nos apressadinhos da Maravilha do Atlântico Sul.

Logo depois do homicídio, testemunhas contaram aos meganhas que o atirador teria siscapulido numa ziquinha pela rua Bombinhas. Os milicos fizeram rondas na área e encontraram E. P. da S., 23, empurrando uma bicicleta pela rua Agrolândia. Como a descrição do assassino batia certinho com a do acusado, E. foi levado pra delegacia.

Na depê, o suspeito prestou depoimento e foi liberado por falta de provas. Os homisdalei abriram um inquérito pra averiguar o envolvimento do acusado no crime, mas preferem não passar detalhes pra não atrapalhar as investigações.

Mais notícias de Polícia você lê na edição de amanhã do DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta