• Postado por Tiago

Acácio sofreu fraturas em todo o corpo e acabou com uma das pernas esmagadas

Acácio João de Souza, 64 anos, perdeu a vida no Km 115 da BR- 101, na região do bairro Salseiros, em Itajaí, às 11h10 de sábado. O coitado tava montado na motoca Titan verde, placa MBT 2653 (Navegantes), quando porreou com o Fox, placa MCX 9819 (Balneário Camboriú). O acidente rolou num retorno da estrada. Acácio mora na Penha e tava indo no sentido de Balneário quando decidiu voltar pra casa.

Ele pegou o acostamento para entrar no retorno, mas brincou com a sorte. Teria atravessado na frente de uma carreta de contêiner que vinha lentamente pela pista da direita. Com a imprudência, Acácio não avistou que Marcelo Fontes Corrêa, 33, vinha logo atrás do caminhão na boleia do Fox, pela pista da esquerda.

A caranga pegou em cheio o motoqueiro. Acácio foi jogado a uma distância de 10 metros e morreu na hora. O coitado ficou todo estuporado, teve uma das pernas esmagada e fraturas em várias partes do corpo. Uma enorme mancha de sangue no meio da pista marcava o local da tragédia. O corpo precisou ser retirado do local para não provocar outro acidente e para que a polícia rodoviária federal pudesse liberar o tráfego, e foi levado pelos pelos técnicos do IML peixeiro. Acácio era pedreiro e pintor e estava trabalhando na obra do residencial Tamoyo, em Itajaí.

Capotamento maledito

A polícia rodoviária federal ainda desconhece as causas do acidente que matou João Maria da Silva Cruz, 43, às 6h de sábado. O motora capotou o Gol, placa LZN 4068 (Blumenau), na altura do Km 24,6 da BR-470, próximo ao acesso da balsa de Ilhota. João Maria foi jogado pra fora do carro e teve fraturas por todo o corpo. O carona, Emerson Ouriques, 21, saiu do acidente somente com a mão quebrada e foi atendido pelos bombeiros. Os dois seguiam em direção a Navegantes.

  •  

Deixe uma Resposta