• Postado por Tiago

A Souza Cruz escapou de perder mais uma carga de cigarros para bandidagem que bate ponto no litoral da Santa & Bela, na manhã de ontem. O motorista da empresa foi atacado por uma dupla de vagabundos armados, em Balneário Camboriú. Os trastes tavam de olho na carga de cigarros avaliada em quase R$ 37 mil. O motora se pegou de macho, apertou o alarme de pânico instalado no veículo e conseguiu evitar o assalto.

O sol tava começando a dar as caras atrás dos morros, quando o motorista M.R. foi surpreendido por um dos vagabundos. O coitado tava fazendo a primeira entrega do dia na panificadora De Luca, da Quinta avenida, quando um traste apareceu. O vadio mandou o motora sentar no banco do carona do carango, placa EBE 5293, e assumiu a boleia. O bandido entrou na BR-101 e dirigiu até uma estradinha de terra, com acesso no quilômetro 142, já na divisa da Maravilha do Atlântico com Itapema.

Ao chegar ao topo do morro do Boi, o bandido pulou fora do possante e mandou a vítima ficar quietinha. O ladrão ficou batendo um papo com um comparsa que apareceu a bordo de uma Fiorino.

Enquanto os pilantras decidiam como iam fazer a baldeação da montoeira de cigarros, M. se pegou de corajoso. O cara acionou o sistema de alarme do carro, que trava o veículo e informa que tá acontecendo algo irregular.

Com o alarme, os malencarados meteram o rabinho entre as pernas e simandaram sem levar um cigarrinho sequer.

  •  

Deixe uma Resposta