• Postado por Tiago

Coitado ficou preso entre o teto e a banco do caminhão que foi esmagado pelo peso do contêiner

O tombamento de um caminhão contêiner no KM 121 da rodovia 101, em Itajaí, ontem, por volta das 9h, tirou a vida do motorista Efranil Gomes de Araújo, 45 anos. Ele foi vítima de fraturas múltiplas. O motora viajava em direção ao norte do estado, perdeu o controle da direção e morreu esmagado dentro da cabine do bruto, que ficou de rodas para cima. A polícia rodoviária federal acredita que um defeito mecânico tenha provocado a desgraceira, mas só a perícia técnica vai apontar as causas do acidente.

Um busão que viajava colocado na rabeira do bruto teve que desviar pro acostamento pra não virar estatística, mas o motorista nada sofreu. O caminhão, placa IFO 3919 (Itajaí), tava carregado com um contêiner recheado de frangos da Sadia, quando o motorista perdeu o controle da direção e provocou o acidente. Bizolhudos de plantão contaram à polícia que o caminhão virou sozinho e o motora não teve nem chance de reação. Com o tombamento, o peso do contêiner foi todo para um lado pressionando a cabine.

Os socorristas da Auto-Pista Litoral, empresa concessionária da rodovia, pintaram no local, mas não tinha mais nada para fazer pelo coitado. Como teve um pequeno vazamento de óleo diesel no asfalto e o bruto ficou com uma parte sobre a pista de rolamento, a PRF teve que fechar a estrada por cerca de uma hora e meia, o que provocou um congestionamento de cerca de 10 quilômetros na rodovia, no sentido norte. A equipe da concessionária fez a limpeza da pista e removeu a carroceria para o acostamento, liberando o trânsito perto das 10h30. O corpo do motorista foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) e depois liberado à família. Natural de Guarapuava /PR, Efranil, que tava morando em Itajaí, deixou a mulher e filha. Antes de fixar residência em Itajaí, morou por cerca de um ano em Balneário Camboriú.

Curva da morte

Um porradaço na rodovia Antonio Heil, no Brilhante 1, em Itajaí, matou o motoqueiro Joel Degan, 55, segunda-feira à noite. O motoqueiro perdeu o controle da cabrita que pilotava e deu de cara com uma cerca de arame, nas margens da rodovia. Quando os vermelinhos chegaram ao local, conhecido por curva da morte, o coitado já tinha passado dessa pra uma melhor.

O Instituto Médico Legal (IML) de Itajaí recolheu o corpo, que foi liberado para a família durante a madrugada. Joel trampava de operário em uma obra de Brusque e tava voltando pra casa na capital das calcinhas quando rolou a tragédia.

O tiozinho tava montado na motoca, placa BEM 6271 (Brusque), quando se perdeu sozinho na curva do km 24. Ele deu tanto azar que foi parar de cara em uma cerca de arame, e aí não teve jeito. A vítima teve várias fraturas pelo corpo e não guentou o tranco. Os bombeiros peixeiros foram chamados, mas quando chegaram ao local não tinham mais o que fazer pra salvar o coitado.

  •  

Deixe uma Resposta