• Postado por Tiago

Empunhando um boletim de ocorrência policial, o motorista Marcos Bernardes de Souza, 36 anos, procurou o DIARINHO para denunciar um suposto golpe que sofreu. Marcos diz que foi contratado pra ser motorista particular de um figurão que se identificou como Celio Manoel da Luz, 45. O coitado teria trabalhado quase um mês e não recebeu um puto d’um tostão.

Marcos conta que foi contratado no final de maio. Trabalhou feito um condenado e, esta semana, o seu patrão sumiu. Foi aí que afirma ter descoberto que Célio seria um baita um-sete-um e já teria dado calote em uma porrada de cidades da Santa&Bela.

O tal patrão teria dito ao motorista que trabalhava numa construtora de São Paulo chamada Oas. Marcos entrou em contato com a empresa e lhe disseram nem concenher o tal de Célio. O motorista diz que o suposto golpista se fazia passar por representante da empresa na região. Chegou até a fazer seu crachá em nome da Oas e tinha mandado fazer um banner da empresa numa papelaria local.

Ao registrar o caso na delega, Marcos ficou sabendo que o golpista já tinha sido denunciado em várias cidades de Santa Catarina, como Floripa, Joinville, Palhoça, Balneário Camboriú, Brusque, Itajaí, São Bento do Sul, São José e Piçarras. Diz o leitor que o tal de Célio já teria sido acusado de estelionatos, furtos, ameaças contra mulheres e até perturbação do sossego.

Marcos passou pro DIARINHO quatro números de telefones que Célio usava. Mas diz que o espertalhão vive siscapulindo. “Ele muda de cidade, de telefone”, lamenta o motorista.

Célio diz que não conhece

O DIARINHO conseguiu falar com Célio em um dos celulares que Marcos passou. Célio jurou que não conhece nenhum Marcos Bernardes de Souza, mas fez referência a um antigo funcionário que estaria tentando extorquí-lo e, por isso, foi mandado embora. Ele não disse o nome do antigo funcionário e nem o motivo da suposta extorsão.

Célio negou as acusações e também disse que nem mesmo sabia da tal construtora Oas. Disse que trampa como representante comercial, mas não informou para qual empresa ou com qual produto trabalha.

  •  

Deixe uma Resposta