• Postado por Tiago

Em reuniões que rolaram na quinta-feira, motoristas e cobradores da Grande Floripa decidiram que podem paralisar as atividades por falta de acordo com os patrões em pontos do dissídio coletivo. Os patrões querem de todo jeito demitir os cobradores de busos e não querem partilhar os lucros com a peãozada.

A promessa dos trabalhadores no entanto é que, se paralisarem, vão avisar ao povão com 72 horas de antecedência, conforme exige a lei. Continua na edição de amanhã do DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta