• Postado por Tiago

PAGINA-12-ABRE----G-eleição-Conselho-Tutelar-Balneário-(2)

Resultado das urnas foi anulado, mas conselho tá na ativa

Depois de muito rolo, o conselho tutelar de Balneário Camboriú tem finalmente nova equipe. Os cinco integrantes do conselho eleito por decisão da justa assumiram e começaram a trampar nesta semana. A posse só rolou depois que o Ministério Público arquivou a denúncia que acusava a trupe de ter recebido uma mãozinha de políticos da região durante a eleição de dois de agosto.

A posse oficial rolou no dia 16 deste mês e, desde segunda-feira, os conselheiros suam a camisa pra se adaptar ao trampo e atender as denúncias. ?Como o volume é bastante grande diariamente, ficaram algumas coisas do conselho provisório que nós estamos concluindo e mais a demanda do dia-a-dia?, conta o presidente Maycon Agne.

Além do presidente, fazem parte do grupo as conselheiras Ana Paola, Andrelize Nicolau, Claudia Paulassi e Marilene Fischer. A equipe da chapa ?Sonho de Criança? só assumiu o conselho depois que a promotora Larissa Ouriques arquivou a denúncia da chapa concorrente, a ?Braços Abertos?, que acusava os atuais conselheiros de terem recebido um empurrãozinho de políticos da city no dia das eleições.

O mesmo papéli passou por análise dos integrantes do conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), que decidiram acatar a decisão do MP. ?O Ministério Público arquivou sob a alegação de que já havia passado o prazo de entrada de representações novas?, explica a vice-presidente do CMDCA, Raquel Testoni. A promotora Larissa não foi encontrada na manhã de ontem pra comentar o caso.

Relembre

Há dois anos a eleição do conselho tutelar da Maravilha do Atlântico Sul foi cancelada, pois a justa entendeu que ambas as chapas concorrentes tavam enrabichadas com a politicagem. Na época uma comissão foi criada de última hora pra assumir o conselho. O rolo voltou a acontecer na eleição deste ano.

Em agosto, a chapa ?Braços Abertos? foi eleita com a maioria dos votos, mas dias depois foi tirada do posto pela juíza Sônia Moroso, que acatou a denúncia de que eles tinham feito boca de urna, dado carona aos eleitores e que parte dos conselheiros tava metida com a prefa.

Com a decisão, a chapa concorrente levou o pleito. O pessoal passou por um curso prático e teórico pra assumir os trampos. A posse da segunda chapa quase foi pro espaço também, mas a denúncia do envolvimento dos integrantes da ?Sonho de Criança? chegou tarde demais ao MP.

Telefone digrátis pra denúncia

Mal a equipe do conselho tutelar assumiu o posto, o presidente eleito, Maycon Agne, já tá cheio de ideias. Ele pensa em pedinchar aos vereadores e pra própria prefa pra que seja criado um telefone facinho e digrátis pro povão fazer denúncias no Balneário. Hoje, o telefone de plantão é um celular comum.

Maycon sentiu a necessidade de um telefone disponível à comunidade já no primeiro plantão. Afirma que muita gente não tem na ponta da língua o número do conselho, pois se trata de um contato comum. Um número de três dígitos facilitaria a decoreba. ?Temos que ver com o pessoal do legislativo pra se fazer cumprir a lei dos três dígitos?, conta, referindo-se a uma lei federal que prevê o telefone grátis.

Em âmbito federal, até é mantido o disque 100 como um disque-denúncia pra pimpolhos abusados sexualmente, mas o problema é que as chamadas vão parar numa central em Brasília e só são repassadas pros conselheiros do município via fax. ?Nós precisamos ser ágeis nesses momentos?, disse. A solicitação também ajudaria a galera que é pobre e não tem grana pra pagar pela ligação pra fazer a denúncia.

Pra quem não lembra, o telefone de plantão do conselho é o 9967 4050 e tá ligado 24 horas por dia. Embora esteja cheio de ideias, Maycon ainda não sabe quando vai ter um tête-à-tête com os homens da casa do povo. Pretende ainda se adaptar aos trampos diários do conselho. ?Temos um compromisso de ação preventiva e vamos priorizar isso. O conselho não é um órgão repressor. Está aqui pra ajudar a comunidade?, acrescentou.

  •  

Deixe uma Resposta