• Postado por Tiago

O Ministério do Trabalho e Emprego alterou ontem (15) o sistema de verificação do seu saite que solicitava aos internautas a digitação de palavras.  Agora, ao consultar o andamento do seguro-desemprego, o sistema pede a reprodução de letras e números.

Reportagem publicada no “Globo Online” narrou o caso de um leitor do jornal O Globo, que, ao consultar o andamento do seu pedido de seguro-desemprego, se sentiu ofendido após o sistema apresentar que a palavra a ser digitada para prosseguir era “vagabundo”.  Pouco depois, um jornalista testou o sistema e se deparou com o termo “safado”.

Em nota divulgada ontem à noite, o Ministério do Trabalho informou que “instaurou uma apuração interna para verificar se houve interferência na escolha de termos impróprios para o sistema de verificação”.

A chamada verificação “captcha” serve para comprovar que se trata de uma consulta feita por humanos e não por computadores.  O sistema geralmente mostra letras ou números e pede para o internauta digitar o que lê para continuar a navegar. Ainda na nota, o ministério pede desculpas aos trabalhadores “pelos inconvenientes”.

O ministério informou também que o sistema de consulta ao seguro-desemprego ficaria fora do ar durante algumas horas, para que a empresa terceirizada que presta o serviço – a Datamec – pudesse realizar os reparos.  Estes foram concluídos na noite desta quarta-feira.

O que é a verificação de imagem pelo sistema “Captcha”?

É o modo que determina se o usuário que está usando este formulário é humano ou não.  Este processo garantirá que somente visitantes humanos irão utilizar este formulário, e não computadores que praticam spams, navegando pela Web de saite em saite, procurando formulários sem este sistema, para enviarem seus e-mails indesejáveis. Fonte: Espaço Vital

  •  

Deixe uma Resposta