• Postado por Tiago

Uma mulher caiu da zica, foi atendida pelos vermelhinhos, medicada e depois fingiu que tinha sido atropelada. K.L.V., 44 anos, natural de Itajaí, deu uma de doidivanas terça-feira em Barra Velha.

Era mais ou menos seis horas da tarde, quando a muié caiu da bicicleta, na rua Marino Atanásio Pinheiro, no Icaraí. O povo que viu a coitada se estrebuchar chamou os vermelhinhos, que fizeram os primeiros atendimentos no meio da rua. Quando eles chegaram, encontraram a coitada toda lanhada, com o rosto roxo, e toda doída. A mulher recebeu atendimento, foi medicada e depois liberada.

Cerca de duas horas depois de a mulher ser medicada, os bombeiros receberam uma chamada da PM de Barra Velha dizendo que uma pessoa tinha sido atropelada por uma motoca fujona. Quando chegaram para atender a chamada, a surpresa: a mulher que tinha caído de bicicleta tinha sido atropelada por uma moto.

Desconfiados, os bombeiros foram saber o que tinha acontecido e a mulher veio com a história que tinha sido atropelada. Como não caíram no papo furado, deram uma prensa na espertalhona que contou que tinha inventado tudo.

Depois de terem uma longa conversa, eles a levaram até a casa de um parente em Barra Velha. O cabo Sikorsky, dos bombeiros de Barra Velha, disse que esse tipo de situação é rotineira com pessoas que possuem algum tipo de problema mental ou depressão.

  •  

Deixe uma Resposta