• Postado por Tiago

Uma moradora de Balneário Camboriú está até agora tentando descobrir como conseguiu perder R$ 1 mil tão rápido ontem de manhã. A mulé quis ajudar um safado e uma moçoila e acabou saindo no prejú. Ela caiu no golpe do bilhete premiado na frente do seu apartamento na rua 2550, no centro.

A mulher, que não teve o nome divulgado, contou que foi abordada pelo sujeito assim que saiu do prédio onde mora. Ele mostrou um cartão de uma loja e perguntou onde era o comércio. Junto do papéli, entregou um envelope com um bilhete de loteria.

No mesmo momento, uma moça se aproximou dando a entender que ia ajudar os dois a localizar a loja. Ela fingiu que telefonou pra Caixa Econômica Federal e descobriu que o tal bilhete estava premiado.

A vítima esticou o olho e caiu num papo furado dos trambiqueiros. Ao descobrir que o bilhete tava premiado, topou rachar o dindim do prêmio de alguma forma, e deixou R$ 1 mil de garantia que não fugiria com o bilhete.

O golpista e a moçoila simandaram com a grana e deixaram a mulé com o papéli que não vale dinada. A polícia diz que, apesar dos alertas, o povão continua caindo no golpe do bilhete premiado. Os homisdalei orientam as pessoas a não deixarem dinheiro com desconhecidos que chegam com a história de que não podem receber o prêmio da loteria.

  •  

Deixe uma Resposta