• Postado por Tiago

Uma moradora da Armação do Itapocoroy, em Penha, procurou a polícia para acusar o vereador Jesuel Capella (PSDB), o Juju, de tê-la ameaçado de morte. O motivo não poderia ter sido mais chinfrim: a poda de uma árvore que fica no terreno do patrão de Juju, o empresário Paulo Hering, mais conhecido como Puck.

Juju teria ido pra cima de Valmira Cardoso com quatro pedras na mão. Ficou cabreiro porque a vizinha do milionário Puck mandou tacar o facão na árvore do terreno do ricaço, depois que percebeu que os galhos ameaçavam cair em cima da sua baia.

No dia 22 de julho, a Celesc cortou várias árvores que tavam encostando na fiação elétrica em Penha. Valmira disse que a Celesc fez a poda no vizinho Puck, da mesma forma que rolou nas outras casas do município. Mas quando o vereador e o ricaço viram a árvore cortada, vieram tirar satisfação, porque ela já tinha pedido a Puck pra cortar a árvore.

No bate-bocas entre parlamentar e moradora, Valmira aproveitou pra reclamar que os galhos estavam caindo em cima da sua casa e que a lei lhe dava o direito de pedir o corte. Valmira contou à polícia que Juju afirmou que quem faz a lei na Penha era é ele e que quando ela rebateu, dizendo que iria procurar seus direitos, o vereador a teria ameaçado.

  •  

Deixe uma Resposta