• Postado por Tiago

Quem ficou feliz da vida porque ouviu que em janeiro o governo vai reajustar em 6,14% o valor das pensões e aposentadorias que são maiores que o salário mínimo, é melhor ter a cautela antes de comprometer o orçamento com base no aumento prometido. Pela tabela publicada ontem pela previdência Social no Diário Oficial da União, jornalão do governo, o índice anunciado só vai valer pra quem pendurou as chuteiras antes de fevereiro deste ano. Quem se aposentou ou ficou inválido a partir de março de 2009 e recebe mais que a miséra do salário mínimo, vai ganhar um reajuste menor.

No acordo que Lula firmou com as centrais sindicais de trabalhadores, o reajuste das aposentadorias maiores que o mínimo passarão a ser feitas pelo índice nacional de preços ao consumidor (INPC) mais metade do crescimento do produto interno bruto (PIB) do ano anterior ao aumento. “É a primeira vez que os aposentados e pensionistas com benefícios acima do salário mínimo participam efetivamente do resultado da nossa economia”, sigabou o ministro José Pimentel, da Previdência, em nota oficial.

O que o ministro não diz é que parte dos aposentados que ganham acima do mínimo não receberão a fatia completa do bolo anunciado. Pela medida provisória do presidente Lula, publicada ontem, há um tabela que vai diminuindo o percentual de reajuste das aposentadorias. Quem se aposentou em março deste ano perde o direito aos 6,14% e só ganha 5,81 e quem começou a ganhar pensão ou aposentadoria em agosto, vai receber de recomposição somente 3,72%, por exemplo.

Por isso, a dica é não fazer planos contando com a bombadinha de 6,14%na folha de pagamento, antes de conferir sua situação como beneficiário da previdência Social. Pra você ter ideia de quanto será a recomposição da sua aposentadoria, caso receba mais que a mixaria do salário mínimo, dê uma olhada na tabela abaixo.

DATA DE INÍCIO DO BENEFÍCIO

REAJUSTE (%)

Até fevereiro de 2009

6,14

em março de 2009

5,81

em abril de 2009

5,60

em maio de 2009

5,02

em junho de 2009

4,40

em julho de 2009

3,96

em agosto de 2009

3,72

em setembro de 2009

3,64

em outubro de 2009

3,47

em novembro de 2009

3,23

em dezembro de 2009

2,85

Fonte: Ministério da Previdência Social

Porque o PIB foi usado no cálculo

O PIB é a soma de todas as riquezas produzidas no país. Entra no cálculo o que foi gerado na indústria, na agricultura, na pesca e o que rendeu no comércio e nos serviços, incluindo o sistema financeiro. Quanto mais cresce o PIB, mais rico fica o país. Mas isso não quer dizer que a população também enrique junto.

Foi pra dividir essa riqueza do PIB, que os sindicalistas acertaram com o presidente Lula de que o crescimento do produto interno bruto também vai ser usado pra bombar o aumento dos aposentados. No caso de quem ganha apenas um salário mínimo, o cálculo do reajuste anual é a soma do INPC com o que aumentou de PIB. Pra quem ganha mais de um mínimo, é o INPC mais metade do PIB.

Pelos cálculos do governo, mesmo com toda a inhaca da crise internacional, o PIB brasileiro cresceu 2,158% de fevereiro a dezembro deste ano.

  •  

Deixe uma Resposta