• Postado por Tiago

E.I., 25 anos, tá cabreira com os funcionários do Supermercado Glória, que fica na rua Aníbal Gaya, no centro de Navega. Ela tem uma lanchonete e quis aproveitar uma promoção da loja em que a Coca-cola de 2,5 litos tava apenas R$ 2,99. A mulher, que não é boba nem nada, carregou o carrinho de compras com 30 garrafas. No caixa, ela foi barrada e informada que o limite era de apenas seis vasilhames por cliente. “Ele falou que se me deixasse passar com as 30 garrafas poderia ser demitido. Mas acho isso um absurdo, porque eu tinha o dinheiro”, reclama a leitora.

A birra da mulher é porque não teria nenhum cartaz avisando sobre o limite das compras. E. diz ainda que foi xingada pelo gerente durante um bate-bocas.

O DIARINHO pintou no mercado logo depois que E. foi à redação reclamar e encontrou dois cartazes grandões explicando a promoção e o limite: um na porta da entrada e outro na estante da Cocas. O gerente não estava no mercado para comentar o caso.

  •  

Deixe uma Resposta