• Postado por Tiago

“Não sei se foi por esquecimento ou por puro protesto que no dia 21 de setembro, nas páginas do DIARINHO, não mencionaram uma linha sequer sobre o dia da árvore. Não o condeno por tal atitude. Comemorar como?

Todos os dias vemos absurdos contra o meio ambiente. Uma delas foi na semana que passou, uma área de mata nativa (APP) foi detonada (segundo li, propriedade de um hotel chiquetoso),da família Schurmann. Se confirmar tal denúncia é muita ironia. O chefe de um dos clãs que se diz apaixonado pela natureza, é velejador dos setes mares, inclusive prega pelos cantos do mundo a preservação (não estaria cuidando nem do seu quintal)… Ou seja vamos preservar o quintal do vizinho? Dizer o que…

Sugiro a algum blogueiro de plantão, que entenda de computador, que mostre aquelas fotos para o mundo. Mostrar como é facil falar em preservar o quintal, mas do vizinho…

Vendo folder (propaganda) do condomínio da Praia Brava Beach, não dá para acreditar que aprovaram aquilo, (sem estudo de impacto ambiental, canalizando afluentes do rio Ariribá, mais andares que o permitido e outros).

Não adianta plantar mudinhas de árvores nativas que não sabemos se chegarão à idade adulta. Temos que preservar estas que estão aí.

Ah! Plantar árvores nas matas é fácil. Difícil é arborizar a cidade. Siga-se o exemplo da capital Porto Alegre, uma das mais arborizadas do país. Isso é que qualidade de vida.

Por isso pergunto: comemorar o quê? Quanto ao DIARINHO tem esquecido tal data, não tem problema, pois comemorar é fácil, difícil é denunciar as sacanagens não importa quem ou como. E o DIARINHO tem cumprido seu papel. Que continue assim…

Saudações em 21 de setembro, dia da árvore.”

Ass: A.A.

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta