• Postado por Tiago

O consórcio TSCC – formado pelas empresas Triunfo, Serveng e Constremac -, contratado pela Secretaria Especial de Portos (SEP) para realizar a reconstrução do cais do Porto de Itajaí, iniciou nesta semana a montagem dos gabaritos que darão sustentação às estacas dos dois novos berços de atracação.  

O consórcio pretende iniciar o estaqueamento dentro de no máximo duas semanas, assim que terminar a sondagem do solo, que vai indicar a profundidade ideal para a colocação das estruturas. A previsão é que sejam utilizadas entre 800 e mil estacas-pranchas em aço especial que não oxida nos dois berços em reconstrução, totalizando 750 metros. Cada estaca pesa aproximadamente 2,5 toneladas e as estruturas são importadas da Holanda. A cravação das estacas deve levar 60 dias. 

Paralelo à preparação das áreas onde serão cravadas as estacas, o consórcio TSCC dá continuidade à retirada dos escombros depositados no fundo do rio, no local que abrigava o antigo cais.  O consórcio informa que já foram retirados mais de dez mil metros cúbicos de escombros. Entretanto, ainda há um volume considerável para ser retirado. 

Segundo os técnicos responsáveis pelos serviços, além de escombros [estruturas em ferro e concreto] depositados no local desde as enchentes de 1983, também foram retirados entulhos que possivelmente estavam depositados no local desde a construção do cais, há mais de 60 anos, na profundidade de 18 metros [abaixo do nível do rio], cobertos de lama.

  •  

Deixe uma Resposta