• Postado por Tiago

O sábado e o domingo prometem ser de muito riso no teatro Municipal de Itajaí. Estará em cartaz o espetáculo “O analista de Bagé o filho gay”. O grupo do Rio Grande do Sul sobe ao palco às 20h30 e promete uma hora e meia de muita alegria.

A venda de ingressos antecipados já começou na bilheteria do teatro e pra garantir um poltrona ao preço de promoção basta desembolsar R$20. No dia do show, a entrada custará R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia entrada), que é para estudantes e o povo da terceira idade. Os menores de 14 anos não podem nem pensar em entrar no espetáculo.

Claudio Cunha, na pele do machão gaúcho, recebe o público para uma terapia coletiva, tendo como foco o riso, com sua atuação no espectador que ri e no humorista que faz rir. Intercalando com hilárias piadas, lembra Aristóteles que, muitos anos antes de Cristo, já afirmava ser o homem o único animal que ri e Millor Fernandes que recentemente veio a completar a frase: rindo ele mostra o animal que é.

Neste meio tempo, chega a notícia de que seu único filho, Olegário (Alysson Lima), é gay. Para complicar as coisas, uma sexóloga vinda da plateia está disposta a seduzir o nosso “Freud dos Pampas”. Margarida (Adriane Richter), sua espevitada recepcionista e também sua noiva, resolve soltar seus bichos. Aí o riso acaba sendo a melhor terapia.

  •  

Deixe uma Resposta