• Postado por Tiago

CONTRA-BAIXO---s---schumi-de-volta-a-f1---divulgação-mercedesSchumi promete ir atrás de mais um título

Agora é pra valer. Após muita conversa e negociação, o heptacampeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher, vai interromper a aposentadoria de três anos e voltará a correr na categoria em 2010. O alemão será piloto da Mercedes, equipe que surgiu após a compra da vitoriosa Brawn GP. Schumi assinou por três temporadas e receberá cerca de R$ 17,8 milhões. Ele correrá ao lado do compatriota Nico Rosberg, que ainda tenta se firmar como um bom piloto.

E Schumacher parece estar muito motivado pro seu retorno às pistas. ?Após três anos, tenho a energia de volta e estou pronto para coisas sérias na categoria. O pescoço não estava bem no verão, mas tive o tempo para recuperá-lo completamente. Não tenho mais problemas no pescoço, está 100%?, diz Schumi, em entrevista coletiva na Alemanha.

O alemão já pensa até no título mundial de 2010, que seria a sua oitava conquista na F1. Ele disse que o contrato com a Mercedes marca o início de uma nova fase em sua carreira e que acredita em bons resultados, apesar dos três anos longe da categoria. ?A Mercedes representa um novo desafio para mim pelo lado pessoal e pelo esportivo. Estou convencido de que poderemos lutar pelo título da Fórmula 1 no próximo?, garante.

Aos 41 anos, Schumi meio que paga uma dívida de gratidão com a montadora alemã. A Mercedes-Benz bancou todo o seu início de carreira e o liberou do contrato de titular do time no Mundial de Protótipos por apenas US$ 300 mil em 1991. Isto permitiu a mudança para a F1.

O GP do Brasil, no dia 22 de outubro de 2006, tinha marcado o fim da carreira deste mito do automobilismo. Com o terceiro lugar em Interlagos e o vice-campeonato mundial, atrás do espanhol Fernando Alonso, Schumacher se aposentava da F1 após 16 temporadas, 250 GPs, sete títulos e 91 vitórias. É considerado o maior piloto de todos os tempos.

O bicho vai pegar

Com a volta de Schumi, a temporada 2010 da F1 promete ser a melhor dos últimos anos. Além do heptacampeão mundial, o bicampeão Alonso e os ingleses campeões Jenson Button e Lewis Hamilton também estão na disputa.

O ano também será bom pro Brasil, com quatro pilotos na categoria. Depois de se recuperar de grave acidente, Felipe Massa volta ao carro da Ferrari. Já Rubinho será piloto da tradicional Williams. A F1 também terá novamente um Senna nas pistas. Bruno Senna, sobrinho do saudoso Ayrton, fará sua primeira temporada na também estreante equipe Campos. Fechando a lista de brazucas, Lucas Di Grassi será um dos pilotos da Virgin, que é outra que está entrando agora na categoria.

  •  

Deixe uma Resposta