• Postado por Tiago

INTERNA_13_canto-direito---obra-na-frente-de-restaurante-BC-Sidnei-Wobeto---foto-Brigitte-Bardot-(8)

Sidnei amarga preju de R$ 700 por dia

Uma obra da prefeitura de Balneário Camboriú está estourando com o caixa do restaurante Balaio de Lenha. A obra rola há 15 dias em frente ao comércio, na entrada da via gastronômica. Com o entrevero, ninguém consegue passar pela frente do estabelecimento. O resultado é um prejuízo de quase R$ 10 mil que o comerciante Sidnei Wobeto, 34 anos, diz que está tendo que amargar.

A obra de reparos na tubulação de esgoto começou no dia 2 de maio. Sidnei conta que os peões apareceram do nada, sem nenhum aviso, montaram toda a parafernália e começaram a furar o chão. A rua ficou virada num alho com montes de areia espalhados, vala aberta e máquina escavadeira atravancando o trânsito. Pra piorar, o acesso contrário, pela rua 3700, foi bloqueado por placas que avisam: ?em obras?.

No meio disso tudo ficou o restaurante de Sidnei, que tem aberto as portas só pros clientes mais chegados. O comerciante afirma que o movimento caiu 50%. Um prejuízo de R$ 700 por dia. ?Meus próprios clientes estão indignados com isso. Era obra pra sete dias, mas até agora não tem nada pronto?, reclama.

Pra piorar, o entrevero não conta sequer com um tapume ou rede de proteção para evitar que a sujeirada se espalhe. Uma montoeira de poeira invade o restaurante que tem que ser limpo de hora em hora.

Com todo o prejuízo que tem passado, pensa até em entrar com um processo contra a prefa pra reaver a grana perdida.

Claudir Maciel, secretário de planejamento da prefeitura, não foi encontrado ontem para comentar o reclamo.

  •  

Deixe uma Resposta