• Postado por Tiago

O cinqüentenário da morte de Heitor Villa-Lobos, o maior compositor clássico brazuca, tá sendo comemorado com vários eventos pelo país e com a necessária restauração dos manuscritos. O projeto perigava gorar por falta de patrocínio, mas foi abraçado pelo maestro Roberto Duarte, que tem mais de 30 anos de dedicação à obra de Villa-Lobos. Roberto terá o patrocínio da Consul.

Com duração prevista de sete meses, o projeto vai envolver seisprofissionais, entre historiadores e músicos, pra revisar obras como a Bachianas Brasileiras nº 9 e nº 2, da qual faz parte a célebre “Trenzinho caipira”. A expectativa é que o trampo resulte na gravação de um cd e dvd. “A extensa obra de Villa-Lobos está arquivada em manuscritos e fotocópias e, com este projeto, teremos condições de digitalizar o acervo”, justifica.

  •  

Deixe uma Resposta