• Postado por Tiago

Vinícius perdeu a manhã de serviço pra ficar tirando lama da frente de casa

Sair de casa e cagar o pé na lama é uma naba. Mas pior ainda, é passar pela situação morando numa via asfaltada. O problema acontece com o pessoal da rua Indonésia, na subida do Cristo Luz, em Balneário Camboriú. Cada vez que chove uma montoeira de barro escorre da obra do binário e deixa a frente das casas cheias de lama e barro.

O eletricista Vinícius Gomes de Souza, 31 anos, não pôde ir trabalhar ontem de manhã. Teve que ficar em casa pra tirar a lama da calçada na frente da sua baia. ?A minha filha vai sair de casa pra ir pro colégio, terá que ir com o pé cheio de barro? Eu tive até que parar o carro no portão pra ela poder entrar, porque não conseguia passar?, conta, revoltado.

Uma vizinha, que é servidora pública municipal e pediu para não ser identificada, com medo de ganhar um puxão de orelha na prefa, alerta para outro problema: o entupimento das bocas de lobo. Ela diz que os peões da Via Pav, empreiteira que tá escavucando o morro e abrindo a estrada, têm usado uma bomba pra tirar a água da chuva da obra e jogado tudo nos bueiros. A água passa suja pacas e provoca o entupimento. A mulé tá com medo que as bocas de lobo não deem conta se cair uma chuvarada braba e provoquem alagamentos.

Esta semana resolve, garante secretário

O perrengue deverá ser resolvido ainda esta semana. É o que promete o secretário municipal de obras, Valmir Pereira. Ele diz que já chamou na chincha os responsáveis pela Via Pav e já tão providenciando a instalação de uma tubulação própria pra drenar a água da obra. ?A drenagem não estava prevista e então onde está sendo feito o binário encheu de água. Mas eles já estão ligando a tubulação e o problema será sanado?, garante Valmir. Pelas contas do barnabé, a treta deverá estar resolvida até o fim desta semana.

O binário é um estradão que tá sendo construído paralelo à avenida do Estado, entre a avenida das Flores e a rua México, no bairro das Nações, pra tentar desafogar o trânsito naquela região de Balneário Camboriú.

  •  

Deixe uma Resposta