• Postado por Tiago

INTERNA_13_abre-direita_obra-irregular-em-BC_foto-olívia-palito

Casinha tá sendo construída em área de risco

O servente A.S., 42 anos, anda cabreiro com uma obra que tá rolando no final da rua Índia, no bairro das Nações, em Balneário Camboriú. Ele diz que a empreitada é irregular e acusa a prefa de fazer corpo mole pra situação. ?A prefeitura até já embargou a construção, mas o pessoal continua trabalhando e ninguém faz nada. Vai ver é porque a dona do lote é bonitona?, carca.

A. diz que o problema é que o terreno fica ao pé do morro. E acha que o local é perigoso. ?Aquilo ali já é barro que desceu com deslizamento?, alerta. O leitor acredita que o descaso poderá acabar como uma bomba nas mãos do prefeito Edson Periquito (PMDB). ?Vai complicar pro prefeito, porque se acontece alguma desgraça ali, vão cair em cima da prefeitura?, lasca.

Ontem, o DIARINHO esteve no tal terreno e duas pessoas trampavam na obra de uma casa. Várias outras baias também estão sendo construídas no local.

?São todos vítimas?

Atílio Catafesta, mandachuva do departamento de contenção da ocupação irregular e degradação ambiental (Cuida) do Balneário, diz que todas as casas do final da rua tão embargadas. ?Nós fizemos o embargo porque aqueles loteamentos não têm aprovação da prefeitura?, diz.

Ele comenta que a situação ali é complicada, porque o pessoal, na verdade, teria sido vítima de um golpe. ?As pessoas não invadiram os terrenos, compraram esses lotes. Eles têm contrato?, afirma.

Atílio diz que a dona da obra denunciada acabou ludibriada pela esperança de sair do aluguel. ?Ela já conversou conosco, comprou o terreno pra ter uma casa própria e acabou se enfiando num rolo. ?São todos vítimas?, defende. Ele nega que tenham rolado vistas grossas por conta da boniteza da mulher.

O abobrão afirma que o problema se agravou por culpa da administração municipal anterior. ?Às vésperas da eleição fizeram asfalto e colocaram luz e água nos lotes irregulares. Deixaram a situação ficar desse jeito?, acusa.

O ex-prefeito Rubens Spernau (PSDB) não foi encontrado pra falar sobre a acusação de Catafesta.

  •  

Deixe uma Resposta