• Postado por Tiago

A concessionária da BR-101, a Autopista Litoral Sul, deu início à construção de uma marginal da rodovia em Itapema. A previsão é que a obra ligue três bairros. Com a ligação, os moradores não precisam mais arriscar a vida passando pela 101. Só que a obra tão esperada pode ficar emperrada na ponte sobre o rio Bela Cruz.

O sonho da ligação entre os bairros Casa Branca, Várzea e Tabuleiro pode ficar emperrado justamente na obra da ponte – que foi construída pela metade e há dois anos foi abandonada pelo governo do estado. Por enquanto, a construção não prevê a reforma total da ponte e isso tá deixando os moradores de cabelo em pé, já que no local seria feita a união entre os bairros.

Pra presidente da associação de Moradores do bairro Casa Branca, Telma Elita Saul Mendes, a obra é um enorme entrevero. “Quando começaram o projeto divulgaram que iam continuar a marginal e ia cruzar o túnel”, relembra. Com a proposta, os moradores daquela região não precisariam mais arriscar a vida na 101 pra poder atravessar pro bairro vizinho. Só que a Autopista informa que a reforma total da ponte só deverá acontecer ano que vem, pois não foi liberada verba pra obra. Neste ano, serão feitas apenas a terraplanagem e a construção da marginal entre os quilômetros 148,4 e 150.

As obras da marginal começaram há um mês e a previsão é que fiquem prontas em abril de 2010. Por enquanto, os peões estão aterrando o local, pra depois passar o asfalto, instalar a iluminação e dar os retoques finais. A obra rola de segunda-feira a sábado, pois não interfere no fluxo de veículos da 101.

Vai facilitar a vida dos motoristas

Pela previsão da concessionária, a marginal também vai facilitar o acesso ao fórum, hospital e rodoviária da cidade. Vai organizar ainda as entradas e saídas do município que tão virados num alho e não permitem que o motorista diminua a velocidade ao sair da rodovia. “As velocidades permitidas em perímetros urbanos e rodovias são muito diferentes. Assim, a marginal cumpre a função de dar espaço para que os veículos trafeguem em velocidades compatíveis”, explica o gerente de Engenharia da Autopista Litoral Sul, Fernando Araújo.

O projeto da garibada foi aprovado pela agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O valor da obra não foi divulgado pela Autopista.

  •  

Deixe uma Resposta