• Postado por Tiago

Construção fica na cabeceira do aeroporto de Navegantes

D.G., 25 anos, trabalha na área de aviação e denunciou ao DIARINHO o que todo mundo tá comentando no aeroporto de Navega. Tá rolando a construção de um prédio comercial, de seis metros de altura, num terreno particular, que fica na rua Manoel Leopoldo Rocha, no centro da city. O problema é que a obra fica na cabeceira da pista do aeroporto e os profissionais da aviação sabem que prédios deste tamanho prejudicam a decolagem e a descida dos aviões. O buxixo entre os funcionários é que a prefa liberou a barbaridade e a Infraero não teria feito nada.

Segundo D., as empresas Tam e Gol pensam em deixar de prestar serviço no aeroporto, caso a obra seja concluída. Por enquanto, a construção se restringe à terraplanagem e aos muros. Por falar em muro, o projeto fica no mesmo lugar onde, em 2003, um avião da Tam saiu da pista ao pousar e quebrou o muro, que faz a divisa entre o aeroporto e um terreno particular. Um perigo só! ?É um absurdo. A mesma coisa que construir um prédio no meio da rua?, diz o leitor.

O superintendente do aeroporto de Navega, Marcos das Neves Souza, também ficou dicara quando soube da liberação da prefa. Ele conta que um dos funcionários tava passando no local quando viu os peões fazendo a terraplanagem. O superintendente explica que pediu para outra pessoa checar o tamanho da obra na prefa e descobriu a irregularidade.

De acordo com a portaria 1141 do comando da aeronáutica, as construções em zonas de proteção da pista devem passar pela aprovação do Comando Aéreo Regional (COMAR), o que não aconteceu neste caso. O superintendente informou a treta ao COMAR e, no dia 22 de maio, a Infraero notificou à prefa. Só que até agora o governo municipal não mandou resposta.

?O prédio pode causar até a interdição do aeroporto. Se for construído o tamanho da pista diminui e com isso várias empresas não poderão operar aqui. Isso causará uma série de consequências negativas para o município?, afirma Marcos.

O superintendente explica que o papel da Infraero é manter o funcionamento do local, mas é a prefa que deveria fiscalizar as obras próximas ao aeroporto. Marcos das Neves informa que, se a prefa não tomar providência, irá comunicar à presidência da Infraero pra que se tome uma decisão.

Tão sabendo

A prefeitura já tá sabendo da pendenga. A obra foi liberada no ano passado e nesta quarta-feira, o engenheiro da secretaria de urbanismo, Felipe Celso Rodrigues, e o procurador geral, Fabiano Zucco, foram até a sede dos controladores de voo Cindacta II, em Curitiba. A intenção da viagem foi justamente tirar dúvidas sobre os assuntos que envolvem o aeroporto, o que incluiu o prédio altão.

O engenheiro da prefa diz que o prédio não poderá ser construído com seis metros de altura e terá que ter no máximo dois metros e meio. No entanto, Felipe explica que nada foi acertado e que o prefeito terá que analisar o caso para depois decidir o que será feito. A reunião com Bob Carlos (PSDB) ainda não foi marcada.

  •  

Uma Resposta to “Obra na cabeceira do aeroporto de Navega é irregular”

  1. osni Diz:

    Navegantes é terra de ninguem, mesmo. Sujeito (flanelão) cobra estacionamento em rua (não concluída) perto do ‘roporto internacional’,

Deixe uma Resposta