• Postado por Tiago

A conclusão das obras de reforma do Centro de Internamento Provisório (CIP), o famoso Depósito de Bandidinhos, só vão sair do papel quando o estado regularizar o projeto que foi embargado pela fiscalização da prefeitura de Itajaí. A retomada dos trabalhos foi acertada há mais de quatro meses, mas até agora os trabalhos estão paradinhos. No acordo, ficou acertada a regularização do projeto.

A expectativa é de que os trabalhos fiquem prontos dentro de no máximo 30 dias, contados a partir da retomada dos serviços. Além da alteração no projeto, o governo tem que pagar as taxas de alvará na prefeitura peixeira. O diretor do CIP, Alceu Daud, explica que entre as obras pendentes estão o retoque na cozinha, a cobertura da garagem e das paredes que cederam em função de uma falha no sistema de aterro do prédio em construção.

Depois da conclusão das obras, o governo catarinense pretendia transformar o CIP peixeiro em Centro de Educação Regional (CER) com capacidade para 50 bandidinhos, pra atender toda a região.

O projeto emperrou quando a prefeitura entendeu que o local não era adequado pra guardar os minitrastes. Mesmo assim, foi acertada a retomada dos serviços depois de uma audiência pública, realizada em abril. O estado foi autorizado a terminar a obra, caso mudasse o projeto e entregasse os alvarás.

Pra autorizar a obra, o governo peixeiro também pediu pra reduzir de 50 para 30 o número de vagas no CIP. Além disso, todo dimenor enviado ao CIP tem que ter uma autorização do juiz da criança e do adolescente.

  •  

Deixe uma Resposta