• Postado por Tiago

CAPA-ABRE-terminal-urbano-fazenda-(4)

Por enquanto, o terrenão tá criando mato

Promessas envolvendo a construção do terminal de ônibus do bairro Fazenda não faltam e mais uma rolou esta semana. O secretário de urbanismo, Paulo Praun Cunha Neto, disse que o projeto atual da obra tá sendo mudado e que em 30 dias começa a ser colocado em prática. ?Nós ouvimos as reclamações dos moradores do bairro Fazenda e vamos incluir no projeto o alargamento da rua atrás do terminal e também reforçar toda a sinalização?, explica o bagrão.

Praun acredita que, no máximo em 20 dias, o projeto com as modificações esteja pronto. A prefa ficará responsável por adequar toda a parte viária e a empresa Coletivo, concessionária do transporte público peixeiro, vai ter que construir a estrutura do terminal. ?O começo das obras a gente tem como prever, agora definir um prazo de término é complicado, já que dependemos das condições climáticas?, disse o secretário ao ser questionado sobre a entrega final do terminal.

A obra está orçada em mais de um R$ 1,3 milhão e Praun não sabe precisar ainda se as mudanças no projeto vão deixar a construção do terminal mais cara. A certeza do bagrão é de que a empresa Viapav, vencedora da licitação pra executar a obra, vai continuar à frente dos trabalhos. ?O processo de licitação já foi feito e não há necessidade de se fazer outro. O projeto vai somente sofrer alteração e não ser mudado completamente?, afirma.

Sobre a possibilidade da mudança da concessionária do transporte, caso a Coletivo perca na justiça o direito ao trampo, Praun falou que a prefa vai seguir o que foi firmado no contrato, deixando adequado todo o trânsito nos arredores do terminal da Fazenda, e vai passar a bola da construção do terminal pra empresa que ficar com a concessão.

Tudo igual

O secretário de urbanismo explicou que as mudanças de projeto são apenas no terminal da Fazenda. A construção das estruturas na Contorno Sul e nos Cordeiros, pra colocar em prática o transporte integrado, não sofrem alteração. ?A gente analisou também estes projetos e não há necessidade de mudança por enquanto?, falou.

Sobre a possibilidade de instalar a central do transporte coletivo onde hoje é o estacionamento da empresa Coletivo, na avenida Sete de Setembro, Praun disse que é hipótese descartada no momento. ?Isso poderia acontecer se o terminal não fosse construído na Fazenda. Mas não é viável porque a prefeitura teria que indenizar a área?, explica o secretário.

  •  

Deixe uma Resposta