• Postado por Tiago

Apesar de ter recebido mais de 800 mil visitantes só no mês de janeiro, Balneário Camboriú não sofreu com as torneiras vazias nesta temporada. O mesmo rolou em Cambu, que também é abastecida pela empresa Municipal de Água e Saneamento da Maravilha do Atlântico (Emasa). A chefona técnica da autarquia, Tânia Pedrelli, diz que a falta de água tem sido combatida ano a ano, com obras pra melhorar a vazão.

Em Balneário, os únicos perrengues registrados durante o verão foram problemas isolados. “Durante o período de mais movimento, entre o Natal e Ano Novo, faltou pressão nas partes mais altas do bairro das Nações, mas isso foi resolvido em poucas horas”, afirmou Tânia.

Ela diz que, durante o ano todo, os barnabés da Emasa fazem estudos dos lugares onde as torneiras ficaram secas e, se preciso, realizam melhorias na rede. “Na barra sul, por exemplo, o número de prédios aumentou muito, então colocamos mais adutoras, e não falta mais água”, disse.

Durante o verão, a média diária de captação da Emasa é de 900 litros de água por segundo.

  •  

Deixe uma Resposta