• Postado por Tiago

Carangas antigas são as mais arrombadas

O centro de Itajaí, pelo aglomero de pessoas e carangas, tem virado alvo constante da bandidagem. Nos 10 primeiros dias de 2010, os ladrões mostraram pra que vieram e surrupiaram oito carros ? quase um por dia. Os dados da polícia Militar deixam qualquer motorista de cabelo em pé.

A PM peixeira informou que oito carros foram surrupiados nos 10 primeiros dias de janeiro e, pelo menos, duas pessoas tiveram suas carangas arrombadas e seus pertences levados. Se continuar deste jeito, os furtos de carros podem ser maiores do que os ocorridos em 2009. No ano passado, 277 motoristas ficaram diapé. Em 2008, o número foi maior ainda: 294 carangas foram surrupiadas na city peixeira.

A moradora do bairro Fazenda, Valdete Dognini, 50, foi uma das motoristas que passou por este sufoco em 2009. Ela teve o Gol, placa ASW 1865 (Itajaí), levado pela bandidagem. ?Nós tínhamos estacionado e descemos pra comprar cigarro na esquina, mas como era perto, não liguei o alarme. Quando voltei o carro tinha desaparecido?, lembra.

Esse pequeno descuido deixou Valdete diapé. Depois de ter o veículo levado, ela conta que dobrou os cuidados e faz um alerta para os motoristas peixeiros. ?Deixe o veículo em estacionamentos pagos, é uma forma de prevenir contra os marginais que andam roubando por aí?, opina.

O tenente Luiz Carlos Cruz dos Santos afirma que, além do bairro predileto da bandidagem ser o centro, os veículos mais arrombados são os modelos antigos. ?As empresas automobilísticas estão investindo cada vez mais na segurança dos veículos, o que dificulta um pouco a ação dos marginais?, lasca o tenente.

Furtos em caranga

A secretária de Educação de Itajaí, Maria Heidemann, 57 anos, deu bobeira e teve o seu carro, um Picasso, arrombado no final do ano passado. Pra furtar a bolsa da professora Maria, o bandido arrombou a fechadura da caranga. Depois de abrir a porta, ele pegou a sacola e simandou levando cartões de crédito, folhas de cheque, dois celulares e os documentos pessoais da vítima. A secretária só ficou sabendo do furto horas depois, quando voltou pra pegar sua caranga, que ficou estacionada na rua Blumenau, no bairro Barra do Rio. Pra tentar reaver os seus pertences, ela registrou a bronca na depê, mas até agora nada de encontrar os seus trecos levados.

Ter o carro arrombado não foi privilegio da professora. Em 2009, outras 125 carangas foram arrombadas e todas as tralhas que tavam dentro foram levadas.

Embora o número seja alto, ele diminui em relação ao ano retrasado. Em 2008, 256 carros foram arrombados e os pertences dos motoristas foram levados pela malandragem da city.

O delegado responsável da 1° depê, Carlos Quilante, conta que os trecos mais procurados nos veículos são os aparelhos de som. ?Por isso é preciso evitar deixar objetos à mostra quando o carro for estacionado em lugares públicos?, explica.

Dicas pra não virar alvo da bandidagem:

Não estacione em locais afastados e com pouca movimentação/iluminação

Não deixe trecos de valor à mostra na caranga

Ao estacionar, trave o volante com a roda voltada pro meio-fio

Retire a frente do som

Em locais de grande circulação, use estacionamentos particulares ou deixe o veículo em local bem iluminado e perto do seu destino

Sempre confira se as portas e janelas estão fechadas

Sistema de alarme e travas ajudam a inibir a ação dos marginas

  •  

Deixe uma Resposta