• Postado por Tiago

A Polícia Federal, em ação conjunta com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária- ANVISA, desencadeou ontem a Operação Virtua Pharma para coibir o comércio ilegal de medicamentos pela internet.  A operação contou com 144 policiais cumprindo 36 mandados de busca e apreensão nos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.  Remédios para emagrecer, de disfunção erétil e abortivos eram comercializados livremente através de páginas de relacionamento social, saites próprios e fóruns de discussão, muitos falsos e prejudiciais à saúde pública.  Os mandados expedidos pela Justiça Federal estão sendo cumpridos em estabelecimentos comerciais e residências.  Os responsáveis poderão responder pelos crimes de contrabando e contra a Saúde Pública, cuja pena máxima é de 15 anos.

Até a tarde de ontem tinham sido presas em flagrante 11 pessoas durante o cumprimento dos mandados de busca da Operação Virtua Pharma.  As prisões aconteceram no Paraná (4), Santa Catarina (2), São Paulo (2), Distrito Federal (1), Ceará (1) e Rio Grande do Sul (1).  Nas buscas os policiais apreenderam 507 caixas de medicamentos abortivos, 128 caixas de anabolizantes, 450 caixas de medicamentos para disfunção erétil e 2.439 caixas de outros medicamentos.  Durante seis meses de investigação, os agentes da PF monitoraram 40 sites que seriam usados para a comercialização dos medicamentos.  Em 36 deles a prática criminosa acabou confirmada.

  •  

Deixe uma Resposta