• Postado por Tiago

Celso foi pego ontem pela manhã em Forquilhinha, São José

Os policiais da diretoria de Investigações Criminais (Deic) meteram atrás das grades dois irmãos envolvidos numa rede de pedofilia, que agia em pelo menos oito estados brasileiros. Os taradões estavam sendo investigados desde março e os manos foram presos na Grande Floripa. A polícia Civil não quis confirmar o nome dos manos presos, porque o processo corre em segredo de justiça, mas o DIARINHO conseguiu levantar o nome dois chefes do bando. Outras 13 ordens de prisão foram expedidas pela justiça de São José e tão sendo cumpridos em mais sete estados.

A turma que tá sendo enjaulada noutras bandas estaria envolvida na gangue da nojeira liderada na Santa & Bela por Celso Rogério Kurtz, 47 anos, funcionário do Tribunal de Justiça. Celso caiu ontem pela manhã, em casa, no bairro Forquilhinhas, em São José. O triste disse pros policiais da Deic que tem problemas psicológicos e precisa de ajuda. Ele negou que tenha algum envolvimento com as fotos divulgadas na Assembleia Legislativa mês passado, onde os tarados aparecem estuprando bebês que ainda usavam fraldas e não caminhavam.

O outro preso é o irmão de Celso, Ivan Kurtz, que trabalha no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Nas tralhas do irmão de Celso, a polícia encontrou um pendraive com imagens de crianças nuas, o que deixa claro que os tiras acertaram na mosca. “É o crime mais nojento que existe. Nesse momento o que posso informar é que em razão do segredo de justiça, os nomes estão sendo mantidos em sigilo. Muito material está sendo apreendido. Na busca que realizamos pela manhã, apreendemos mais material ainda. Temos comprovantes de que este primeiro preso aliciava menores e cometia práticas repugnantes com estas crianças e até com bebês”, afirma o delegado Renato Hendges, que coordenou a operação no estado.

O delegado afirma que a investigação só foi possível por causa do apoio do senador Magno Malta (PR/ES), que comandou a CPI da Pedofilia no senado. “Estas pessoas distribuíam material de crianças sendo violentadas. Marcavam encontros, dopavam estas crianças, usavam codinomes, criavam um endereço virtual e conseguiam driblar os pais das crianças. Esta é uma rede primária. Já temos elementos que vão nos levar a uma rede secundária de pessoas que não contavam esforços para judiar destas crianças”, reforça o delegado.

Tá ferrado!

A pedofilia dá cana de um a oito anos no Brasil. Celso, além de ter sido preso ontem acusado de ser um dos chefes da rede de pedofilia, em 2007 já tinha sido flagrado mostrando o bilau prum grupo de pecorruchos perto de sua casa. “São situações claras, provas contundentes contra ele. Já identificamos outra criança que recebeu esse material pornográfico enviado por ele. Por sorte, essa criança não foi ao encontro marcado. Conforme o código de conduta destes bandidos, o prazer deles é ver as crianças sofrerem até a morte. É muito nojento”, conclui o delegado Renato. Os outros presos são esperados na sede da Deic em Floripa nos próximos dias. Além da Santa & Bela foram presos envolvidos em mais sete estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Ceará, Goiás e Mato Grosso.

  •  

Deixe uma Resposta