• Postado por Tiago

 INTERNA-CINCO-ABRE-p---trafico-tijucas---JOSÉ-LUIS-RAMOSinterna-cinco-abre---p---trafico-tijucas---ROSELI-PEREIRA_TITA INTERNA-CINCO-ABRE-p---trafico-tijucas--CIDICLEI-SERPA

Luís (E), Roseli(C) e Cidiclei (D) tavam vendendo porcaria

Os dias de vendedor de droga acabaram pra três traficas do bairro Praça, em Tijucas. A polícia civil da terrinha montou a operação Praça Segura e detonou três bocas de fumo entre a noite de quinta-feira e a madrugada de ontem. Foi recolhida uma montoeira de pedras de crack com a malocada.

O atraque começou pelas 18h de quinta-feira. Com os pedidos da justa na mão, os homisdalei bateram primeiro numa casa da rua Augusto Bayer e quase mataram de susto José Luís Ramos, mais conhecido como Isa. O trafica não teve tempo nem de esconder a porcariada e caiu com duas pedras do demo que pesavam umas 20 gramas. Dentro da baiuca estavam dois viciadinhos bem doidões que admitiram ter comprado a droga de Isa.

Com o flagrante, a equipe de investigação não perdeu tempo e partiu em direção a uma casa da rua Pedro Mariano Rocha Júnior. Meteram o coturno na porta e encontraram duas pedras de crack em cima de uma mesa. Cidiclei Serpa, o Nino, e a Rosita Silveira, conhecida como Titã, até que tentaram esconder a porcaria, mas não deu tempo.

A polícia informa que o casal jogou algumas pedras de porcaria dentro do vaso sanitário e deu a descarga. Mas o volume de água não foi suficiente, as pedras ficaram boiando e os traficas foram levados direto pra delegacia. Um chegado em ficar doidão que tava por lá melou a cueca com a abordagem e admitiu pros puliças que tinha comprado e usado o crack na casa.

Ainda disse que quando acabou o dindim, até penhorou a sua motoca. A polícia garante que tem mais dois depoimentos de testemunhas confirmando que o casal é traficante. A delegada Luana Chaves Cervi Backes explica que, com os flagras, Nino, Tita e Isa ganharam uma vaga só de ida pra trás das grades.

Investigação

A delegada Luana conta que os homisdalei chegaram até os traficantes depois de receber uma série de denúncias anônimas. Baixaram em frente das casas suspeitas, sisconderam na moita e viram um entra-e-sai danado de viciadinhos no local. Foram flagrados usuários comprando a drogalhada e até fumando as pedrinhas do capeta no quintal das residências.

Pra confirmar as suspeitas e arrancar o pedido de busca e apreensão da justa, os policiais sacaram umas câmeras filmadoras chicosas e trataram de colocar os traficantes dentro de um filminho real digno de deixar qualquer Big Brother no chinelo. As imagens foram capturadas durante alguns meses e encaminhadas pra dona justa.

  •  

Deixe uma Resposta