• Postado por Tiago

g-instituto-de-cardiologia-foto-c-rubPelo menos 100 pacientes do Instituto de Cardiologia (IC), do hospital regional de São José, na Grande Floripa, promoveram uma manifestação na manhã desta quinta-feira em frente à unidade de saúde. A mobilização exigiu melhores condições de atendimento. Médicos que não concordam com o valor pago pela hora extra no IC tão priorizando atendimento na emergência e na UTI do instituto.

?Não é só a questão da hora extra. Para resolver o problema de vez tem que ter mais médicos dentro do hospital. Os pacientes cardíacos têm prioridade e com isso, os outros serviços não estão tendo atendimento. Basta que o governador se sensibilize e chame os profissionais concursados. Os médicos que estão aqui estão sobrecarregados?, garante o diretor clínico do IC, Arthur Herdy.

De acordo com Herdy, um corpo clínico de pelo menos 20 médicos daria conta do serviço. ?Se fossem chamados esses nove aprovados em concurso, isso já ajudaria muito?, comenta ele, que confirma que 400 pessoas deixaram de ser atendidas esta semana no IC. ?Fora os pacientes que já estão em tratamento, os pacientes que estão esperando por um atendimento há meses também vão ficar sem atendimento?, acrescenta.

Pro médico, o arranjo feito pela secretaria de Saúde em transferir pacientes pra hospitais particulares não vai dar em nada. ?Se há filas na rede pública para atendimento, imagina como será nos hospitais conveniados?, diz.

  •  

Deixe uma Resposta