• Postado por Tiago

INTERNA_12_base-esquerda---Ane-Gabriele-da-Silveira-Reis-quebrou-o-braço-na-creche_foto-menina-superpoderosa-(1)

A pequena Ane Gabriele

O leitor Marcelo Almeida diz que não se conforma com a reclamação contra a creche Amélia Muller Reis, de Itajaí, publicada na edição de sexta-feira. Marcelo diz que toda a confusão denunciada por Eva Aparecida Silveira, 39 anos, mão de uma criança que teria quebrado o bracinho na escola, foi provocada pela própria mulher. ?Eu não acho justo. A mãe é que é uma desequilibrada e destratou todo mundo?, acusou.

O filho de Marcelo também tá matriculado na mesma creche em que a pequena Ane Gabriele da Silva Reis, de dois aninhos, filha de eva. O leitor garante que tava na escolinha quando a mãe da menina pintou na creche. Por isso, diz de boca cheia que não teria sido humilhada por ninguém, como havia contado ao DIARINHO. Marcelo garante que a história foi bem outra. ?Ela destratou todo mundo e ainda chamou os pais de frouxos?, conta.

Pra Marcelo, não é justo o que dona Eva fez. Depois que a diretora soube que o caso iria ser publicado no DIARINHO, teria caído nos prantos, já que não fez nada de errado, relatou o leitor.

A confusão

A leitora Eva diz que sua filha caiu na escolinha e foi mandada embora. Em casa, reclamou aos pais de fortes dores no braço. Levada ao pronto socorro, foi constatado que estava com o bracinho quebrado, além de um enorme galo na cabeça.

Eva disse ao DIARINHO que foi reclamar na creche e teria sido destratada por Josiane Cabral, coordenadora do centro infantil, que fica nos Cordeiros.

  •  

Deixe uma Resposta